Uzbequistão anuncia criação de pool de mineração e primeira exchange licenciada no país

A Agência Nacional de Gerenciamento de Projetos (NAPM, na sigla em inglês), órgão governamental sob controle do presidente do Uzbequistão, revelou esta semana seus planos para 2020 para a regulamentação do comércio de criptomoedas e a implementação de tecnologias blockchain no país.

Durante uma conferência de imprensa na segunda-feira, 13 de janeiro, a agência lançou a proposta de criar um pool de mineração nacional. A NAPM afirmou que o empreendimento ajudará a consolidar as capacidades de mineradoras domésticas e estrangeiras em nível nacional.

De acordo com o portal Bitcoin.com, a principal motivação por trás da decisão da NAPM é garantir a eficiência econômica e aumentar a transparência e a segurança da mineração de criptomoedas no país. A agência acredita que isso também melhorará a eficiência energética deste setor e fará com que a antiga república soviética pareça mais atraente para os investidores estrangeiros.

Primeira exchange licenciada

O estabelecimento de um pool nacional de mineração também faz parte de uma série de medidas do NAPM para retirar os mineradores de criptomoedas do mercado negro. Essa medida também se estenderá a traders e investidores de criptomoedas, através do lançamento da primeira exchange de criptoativos licenciada do país.

A NAPM afirmou que o lançamento da Uznex ocorrerá na próxima semana. Por meio da exchange, as empresas de mineração poderão vender os criptoativos que receberem da mineração e executar o processamento de transações de criptomoedas.

A NAPM afirmou que o lançamento da Uznex ocorrerá na próxima semana.

Melhores taxas na conta de energia

Recentemente, a NAPM manifestou sua posição contrária à decisão do governo de aumentar as tarifas de eletricidade para os mineradores. A fim de remediar a situação, a agência planeja permitir que membros do pool nacional de mineração paguem as taxas padrão, que são muito mais baratas.

“Acho que essa será uma das principais medidas para incentivar a participação nesse grupo”, disse o vice-diretor do NAPM, Vyacheslav Pak.

No entanto, as mineradoras que não participarem da pool podem ter que pagar até três vezes o preço normal pela energia de que precisam. Membros do setor alertaram que qualquer aumento acima de 1,7 vezes a tarifa regular praticamente reduziria a rentabilidade a zero, dados os preços atuais das criptomoedas. A recuperação contínua do mercado melhorou a lucratividade da mineração de Bitcoin, mas o preço da eletricidade também continua sendo um fator importante para esse negócio.

Apesar desses desenvolvimentos positivos iniciais, as autoridades uzbeques também tomaram algumas medidas que podem influenciar negativamente a indústria de criptomoedas do país. Emendas recentemente adotadas ao regime regulatório proíbem efetivamente os cidadãos do Uzbequistão de comprar e comercializar criptomoedas. Eles somente poderão negociar nas trocas licenciadas pelo governo.

Leia também: Documentário mostra maior pool de mineração de Ethereum e a rotina de Vitalik Buterin

Forex Crypto News: Cripto Facil