Usuários sacam R$ 5 bilhões em Bitcoin da Binance em um dia

Usuários sacam R$ 5 bilhões em Bitcoin da Binance em um dia

A exchange de criptomoedas Binance foi alvo de uma onda de saques de Bitcoin (BTC) na última terça-feira (3).

Dessa maneira, quase 59 mil Bitcoins (R$ 5 bilhões) foram retirados da corretora em apenas um dia.

O volume representa um recorde de retiradas na história da empresa, que atua desde 2017 no setor das criptomoedas.

Binance é alvo de saques massivos de Bitcoin

No gráfico publicado pelo CryptoQuant, é possível verificar o fluxo histórico de BTC que entra e sai da Binance:

Gráfico publicado pelo CryptoQuant
Gráfico publicado pelo CryptoQuant

Conforme se verifica pela imagem, o dia 3 de novembro foi marcado por um balanço negativo de 58.861 BTC (R$ 4,86 bilhões).

Assim, de acordo com a análise do Cointelegraph, o movimento pode indicar duas coisas:

“O aumento significativo de saídas pode sugerir dois cenários. Primeiro, pode ser que as baleias estejam se preparando para um rali no curto prazo. Em segundo lugar, transações no mercado de balcão podem ter ocorrido, fazendo com que as baleias movessem os seus fundos.”

Vale ressaltar que o mercado de balcão (“OTC”, na sigla em inglês) diz respeito a transações feitas “por fora”. Em outras palavras, elas são negociações que não ocorrem por intermédio das corretoras de criptomoedas.

Baleias estão movimentando seus fundos

A movimentação de fundos de criptomoedas não estão acontecendo apenas na Binance.

De acordo com o site de análises “Whalemap”, o volume de transações na blockchain está em alta:

“A atividade na blockchain está em alta. Grandes volumes de criptomoedas dos HODLers que estão no lucro estão sendo movidas para as carteiras das baleias.”

A análise vai além. As moedas que estão sendo vendidas foram compradas, principalmente, no mercado de baixa do Bitcoin em 2020:

HODLers
HODLers

No gráfico, as partes sinalizadas são aquelas nas quais os HODLers compraram os seus BTC.

HODLers são os investidores a longo prazo do Bitcoin.

Isso significa, na prática, que alguns investidores venderam as suas reservas de BTC obtidas nos mercados de baixa para as baleias de criptomoedas.

Em março, o preço do Bitcoin chegou a aproximadamente R$ 25.500. Atualmente, a criptomoeda está cotada em R$ 82.723,32, de acordo com o CoinGecko.

Leia também: Traders que apostaram na queda do Bitcoin perdem R$ 345 milhões

Leia também: Especialista explica alta recente do Bitcoin e de outros ativos

Leia também: Bitcoin e Ethereum resistem enquanto dólar declina com eleições dos EUA

Forex Crypto News: Cripto Facil