Relatório da Kraken: novembro foi mês muito importante para o Bitcoin

Relatório da Kraken: novembro foi mês muito importante para o Bitcoin

O relatório da Kraken Intellegence revelou que o mês de novembro foi histórico para o Bitcoin.

Isso porque, segundo a exchange, no referido mês, o BTC contou com apoio sem precedentes dos investidores institucionais:

“Apoiado por parâmetros técnicos fundamentais favoráveis ​​e suporte sem precedentes de investidores institucionais, o preço do Bitcoin (BTC) atingiu um novo recorde histórico de US$ 19.850”, disse o resumo de mercado da exchange.

De acordo com o documento, o retorno do Bitcoin para o mês foi de 43%. Ao mesmo tempo, houve um aumento de 34% na volatilidade do criptoativo.

Trata-se do maior aumento da volatilidade desde março deste ano. Segundo o relatório, isso implica um retorno aos níveis de abril deste ano.

Nesse sentido, conforme aponta o relatório, o aumento da volatilidade elevou o volume negociado de BTC à cifra histórica de US$ 86 bilhões.

Embora o relatório não mencione, o preço de fechamento do BTC em novembro é o mais alto da história do Bitcoin.

Afinal, o valor é 38% superior ao recorde anterior de fechamento mensal, ocorrido em 31 de dezembro de 2017.

Ethereum e XRP

À alta do Bitcoin, somou-se às expectativas da transição para Ethereum 2.0. A nova versão da rede resultou em um total de 540 mil ETH bloqueados.

O lançamento da Rede de Beacon Ethereum ocorreu no dia 1º de dezembro. Antecipando esse lançamento, o preço da segunda criptomoeda atingiu US$ 616, com rendimento mensal de 59%.

Em volume comercializado, houve um crescimento de 157% em relação ao mês de outubro, para fechar com um volume de US$ 41 bilhões.

Assim, entre as cinco principais criptomoedas por valor de mercado, a ETH lidera a lista. O retorno foi de 379% desde o início do ano até 30 de novembro.

No entanto, o primeiro lugar em crescimento em novembro foi o XRP. O ativo valorizou 177%, ou seja, mais de quatro vezes o desempenho do BTC. O aumento da demanda por XRP elevou seu preço para fechar o mês em US$ 0,66415, o maior em dois anos.

Segundo a empresa, a tendência é que esta alta continue e os preços das criptomoedas possa, atingir novos recordes em 2021.

Leia também: Analista recomenda: não vendam suas criptomoedas agora

Leia também: Ethereum supera os US$ 600 e busca os US$ 1.200, prevê analista

Leia também: Executivo da Ripple afirma: Bitcoin é à prova de balas

Forex Crypto News: Cripto Facil