PicPay prejudica clientes novamente com problema no auxílio-emergencial

PicPay prejudica clientes novamente com problema no auxílio-emergencial

O auxílio-emergencial pago pelo governo após a chegada da pandemia da Covid-19 possui uma trava para o saque.

Assim, o beneficiário recebe o pagamento na poupança da Caixa, mas não pode sacá-lo.

Com o dinheiro na poupança, é possível apenas pagar contas e boletos, enquanto o saque não é liberado.

Contudo, os beneficiários encontraram uma maneira de “burlar” o sistema.

O problema é que a nova solução não está funcionando da maneira como deveria.

PicPay sai do ar em dia de pagamento

O PicPay se tornou um dos assuntos mais comentados do Brasil na segunda-feira (28):

PicPay entrou para os assuntos do momento no Brasil
PicPay entrou para os assuntos do momento no Brasil

O motivo é o mau funcionamento do sistema, devido ao aumento da demanda dos usuários.

Isso acontece nos momentos em que o governo federal deposita o dinheiro do auxílio na conta digital da Caixa.

Logo após receber o dinheiro, boa parte dos beneficiários utiliza o PicPay para gerar um boleto e resgatar o dinheiro de forma antecipada.

Essa estratégia vem sendo utilizada desde o pagamento da segunda parcela do auxílio de R$ 600,00. A primeira parcela, por sua vez, foi depositada diretamente na conta bancária dos beneficiários.

No entanto, a experiência dos usuários do PicPay não está sendo positiva:

Reclamações sobre o PicPay dominam a manhã da segunda-feira
Reclamações sobre o PicPay dominam a manhã da segunda-feira

Aplicativo já falhou em outros momentos

A falha no sistema do aplicativo de pagamentos já se repetiu em outros momentos da pandemia.

Dessa maneira, alguns usuários tiveram que esperar por dias até que o pagamento do auxílio-emergencial caísse nas suas contas do PicPay:

Usuário reclama do PicPay
Usuário reclama do PicPay

No aplicativo, os depósitos ficam retidos, sob a justificativa de que estão “aguardando a conclusão”.

O período de espera dos depósitos pode variar entre alguns dias e algumas semanas. Tudo depende da capacidade de processamento do sistema em relação aos novos usuários.

Ademais, a falha no sistema do aplicativo atrapalha os usuários regulares. Ou seja, aquelas pessoas que não estão utilizando o PicPay apenas para receber o auxílio-emergencial de forma antecipada.

Finalmente, os beneficiários do auxílio-emergencial podem fazer o procedimento do boleto com outras empresas, como o Nubank, o Inter e o Mercado Pago.

Leia também: “Bitcoin vai disparar ou morrer”, diz previsão de 10 anos

Leia também: Fraude em DeFi é descoberta por meio de conversas vazadas

Leia também: KuCoin é hackeada e R$ 800 milhões em criptomoedas são roubados

Forex Crypto News: Cripto Facil