PayPal tem grande demanda por Bitcoin e gera fila de espera

PayPal tem grande demanda por Bitcoin e gera fila de espera

O PayPal vai permitir o Bitcoin (BTC) e outras criptomoedas de forma ampla a partir de 2021.

No entanto, a medida foi recebida de forma mista pela criptoesfera, devido a algumas restrições impostas pela empresa para as negociações.

De toda maneira, a iniciativa do PayPal gerou grande demanda da sua comunidade de usuários. Assim, há entre 100% a 200% mais clientes interessados na iniciativa com criptomoedas do que antecipado pela empresa.

Fila de espera no PayPal

A expectativa dos clientes sobre a nova funcionalidade foi anunciada por Dan Schulman, que é o presidente da empresa.

De acordo com Schulman, as negociações com criptomoedas já estão disponíveis para 10% dos clientes.

Apesar disso, a lista de espera para usar os serviços está entre duas a três vezes maior do que o antecipado pela companhia.

Além disso, a funcionalidade com criptomoedas também estará disponível aos usuários do Venmo. Esse é um aplicativo de pagamentos que pertence ao PayPal e é similar ao PicPay.

Novos investidores de criptomoedas podem surgir

Inicialmente, o PayPal vai permitir transações com os seguintes criptoativos:

  • Bitcoin (BTC);
  • Ethereum (ETH);
  • Bitcoin Cash (BCH);
  • Litecoin (LTC).

No futuro, é possível que o número de opções aos investidores aumente.

Ademais, a empresa possui 26 milhões de clientes e uma base de usuários mais tradicional do que aqueles que já estão familiarizada com as criptomoedas.

Isso significa que há uma possibilidade de entrada de milhões de novos investidores – e de capital – ao mercado das criptomoedas.

Contudo, parte da criptoesfera segue receosa em relação aos serviços que serão oferecidos pelo PayPal.

Criptoesfera critica o PayPal

As negociações com criptomoedas no PayPal terão algumas restrições, conforme reportado pelo CriptoFácil.

Em primeiro lugar, não será possível transferir Bitcoin entre diferentes contas na plataforma, ao menos de início.

Ademais, também não será possível sacar as criptomoedas da plataforma no primeiro momento.

Para os críticos, isso significa que não se trata de Bitcoin “de verdade” no PayPal:

“’A criptomoeda na conta [do PayPal] não pode ser transferida para outras contas dentro ou fora do PayPal.’ Então, tudo isso é um grande hambúrguer de nada do PayPal, apenas entradas em um banco de dados central do PayPal, nada a ver com Bitcoin”, afirmou PlanB no Twitter.

Também há preocupações com relação à possível tributação que pode acontecer na hipótese de conversão entre criptomoedas e dinheiro fiduciário no aplicativo da empresa.

Dessa maneira, é possível que as negociações com criptomoedas no PayPal tenham as suas funcionalidades liberadas apenas em 2021.

Leia também: Ameaça ao Bitcoin? Governos podem usar computação quântica

Leia também: Bitcoin caminha para bater alta histórica em breve, revela relatório

Leia também: Mineração do Bitcoin tem maior queda de dificuldade em quase 10 anos

Forex Crypto News: Cripto Facil