O que é um ETF de Bitcoin?

O que é um ETF de Bitcoin?

Para entender o que seria o ETF do Bitcoin, antes precisamos entender o que seria ETF, certo?

Fundos negociados em bolsa (ETF) são um tipo de valor mobiliário que envolve um conjunto de valores mobiliários — como ações — que geralmente rastreiam um índice subjacente, apesar de poderem investir em inúmeros setores a indústria ou diversas outras estratégias.

Assim, em vez de ter uma ação, commodity ou valor mobiliário específico, investidores podem realizar a estratégia de “buy and hold”.

Trata-se de uma estratégia passiva de investimento em que um investidor compra ativos e os mantêm por um longo período independente das flutuações de mercado.

Ok, agora que voce já entendeu o que é um ETF, vamos ao ETF do Bitcoin.

Entendendo o ETF de Bitcoin

Segundo o Decrypt, um ETF de Bitcoin é um ETF normal, que rastreia ou segue o preço do Bitcoin e o tem como ativo subjacente.

Um ETF de Bitcoin traz acessibilidade e dinheiro do mundo de investimentos tradicionais ao mundo dos criptoativos, pois se torna uma ponte segura para que esses grandes players apostem sobre o preço do Bitcoin.

Desde 2013, diversas empresas cripto, como Wilshire e WisdomTree, tentaram enviar um pedido de ETF para a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês), mas sem sucesso.

Porém, o jogo mudou agora em setembro. A gestora brasileira de criptoativos Hashdex, em conjunto com a Nasdaq, lançou o Hashdex Nasdaq Crypto Index ETF — o primeiro ETF de Bitcoin do mundo.

Como gestora do ETF de Bitcoin, Hashdex e Nasdaq serão responsáveis pela posse do Bitcoin para seus clientes.

Investidores que adquirem ações do ETF terão posse indireta dos Bitcoins e o preço de cada ação irá variar com base na atividade de venda e compra do ETF ao longo do dia.

O ETF Hashdex Nasdaq Crypto Index pode ser negociado na Bolsa de Valores de Bermudas (BSX) devido ao ambiente regulatório favorável a criptoativos.

“Ok Felippe, mas esse ETF pode influenciar o preco do Bitcoin?”

Para entender melhor como o lançamento deste ETF do Bitcoin pode afetar o preço do criptoativo, é justo compará-lo aos ETFs de ouro.

Em 2003, o preço do ouro despencou drasticamente após a introdução do primeiro ETF.

Hoje, o ETF GoldShares (GLD) da SPDR é um dos maiores no mercado, com mais de US$ 35 bilhões sob gestão.

Considerando a enorme trajetória de crescimento após o lançamento de ETFs de ouro, muitos criptoentusiastas — incluindo a mim — acreditam que uma correlação positiva e parecida poderia existir entre os preços do Bitcoin e os ETFs de Bitcoin.

Leia também: O que é Bitcoin? Guia completo sobre o que você precisa saber

Leia também: 10 perguntas e respostas mais comuns sobre Bitcoin

Leia também: O que é Ethereum? Guia para iniciantes

Aviso: O texto apresentado nesta coluna não reflete necessariamente a opinião do CriptoFácil.

Forex Crypto News: Cripto Facil