Mulher usa Bitcoin para mandar matar seu ex-marido

Mulher usa Bitcoin para mandar matar seu ex-marido

Uma mulher estadunidense está sendo acusada de tentar contratar um assassino de aluguel para matar o seu ex-marido.

No caso, a promotoria do estado da Califórnia, nos Estados Unidos, alega que a acusada pagou US$ 5.000 (R$ 28.312,50) em Bitcoin (BTC) para contratar o suposto assassino.

Contudo, a mulher acabou caindo num golpe, já que o site utilizado para a contratação era fraudulento.

Mulher planeja o assassinato do ex-marido pela dark web

A dark web é a camada da internet conhecida por ser o palco da realização de várias atividades ilícitas.

Por esse motivo, a acusada Kristy Lynn Felkins tentou contratar um assassino de aluguel através da dark web.

Apesar dos investigadores não terem revelado o endereço do site, alguns trechos da conversa de Felkins foram divulgados.

Dessa maneira, a acusada chegou a desconfiar da veracidade da operação, num certo momento:

“Como eu sei que vocês não são o FBI? Eles têm a capacidade de infectar um dispositivo e rastreá-lo de volta para o IP original.

Estou apenas sendo cautelosa.”

Em outro trecho, o golpista descreve como o suposto assassinato seria realizado:

“O trabalho vai ser feito na manhã da segunda-feira. Por favor, nos informe se ele vai para o trabalho com alguma outra pessoa no carro. Se você não quiser que essa pessoa seja alvejada, deixe-nos saber.

O nosso homem vai esperar o alvo no endereço de trabalho. Quando o assassino avistar o carro, ele vai atirar no alvo assim que ele descer do veículo. Contudo, se o alvo não estiver sozinho, os projéteis podem machucar a outra pessoa.”

O pagamento em Bitcoin foi realizado ao site, mas os investigadores já estavam vigiando a conversa.

A informação foi dada inicialmente pelo “The Sacramento Bee“.

Dark web é palco de crimes e golpes

A dark web é geralmente acessada por meio de navegadores sigilosos, como o Tor.

Entretanto, o desconhecimento de grande parte das pessoas acerca dos sites mais profundos da internet faz com que elas sejam vítimas frequentes de golpes.

Isso acontece porque o acesso aos sites da dark web é mais difícil do que o dos sites comuns.

Assim, a maioria das pessoas não sabe ao certo o que vai encontrar quando tenta acessar a dark web.

Logo, os criminosos se utilizam do desconhecimento dos usuários para aplicar golpes com vendas de drogas, pornografia e outras atividades ilícitas.

Leia também: “Bitcoin vai disparar ou morrer”, diz previsão de 10 anos

Leia também: PicPay prejudica clientes novamente com problema no auxílio-emergencial

Leia também: Chefe da TelexFree será extraditado para os EUA, autoriza STF

Forex Crypto News: Cripto Facil