Moeda digital da China começa a ser aceita no comércio on-line

Moeda digital da China começa a ser aceita no comércio on-line

A empresa chinesa de comércio eletrônico JD.com Inc é a primeira a aceitar a Moeda Digital de Banco Central (CBDC, na sigla em inglês) local. O anúncio foi feito pela JD.com no último sábado (5). 

Agora, a JD Digits, braço de fintech da empresa, vai aceitar o yuan digital como forma de pagamento por alguns produtos em seu e-commerce on-line.

Mais 100 mil usuários vão receber o yuan digital

De acordo com uma reportagem da Reuters, a iniciativa integra uma oferta experimental da CBDC chinesa para os cidadãos de Suzhou, cidade a oeste de Xangai.

Conforme informou a agência de notícias, o yuan digital da China é uma das iniciativas de CBDC mais avançadas do mundo.

Além disso, é uma resposta da China às ameaças de moedas privadas, como o Bitcoin e o Diem (antiga Libra) do Facebook.

Assim, para promover a moeda digital, o governo municipal e o Banco Popular da China (PBOC) estão emitindo “envelopes vermelhos”.

Cada um deles possui 200 yuans digitais (cerca de R$ 155) e será destinado a 100.000 consumidores selecionados por sorteio.

China já distribuiu 10 milhões de yuans em moeda digital

Esta é a segunda ação das autoridades chinesas no sentido de impulsionar o yuan digital. 

Isso porque em outubro deste ano, como relatou o CriptoFácil, o PBOC emitiu 10 milhões de yuans em moeda digital. Ou seja, cerca de R$ 7,8 milhões de acordo com a cotação atual.

Na ocasião, 50 mil consumidores foram selecionados aleatoriamente na cidade de Shenzhen, para receber as moedas digitais.

A distribuição foi financiada pelo distrito de Luohu de Shenzhen e ocorreu por meio de uma loteria.

De acordo com as regras de uso, os usuários puderam usar a CBDC em quase 3.400 estabelecimentos comerciais.

Entretanto, os sorteados não puderam transferir o dinheiro digital para outras pessoas. Tampouco era possível resgatá-lo em sua conta bancária.

No mês passado, o governador do PBOC, Yi Gang, disse que mais de 2 bilhões de yuans foram gastos usando a moeda digital da China até agora. Ao todo, foram mais de 4 milhões de transações, segundo Gang.

Leia também: Temporada de valorização do Bitcoin ou altcoins? Ninguém sabe

Leia também: China usa blockchain para rastrear carne contaminada com coronavírus

Leia também: Mais um crítico do Bitcoin muda de ideia, mas deixa alerta ao mercado

Forex Crypto News: Cripto Facil