MakerDAO anuncia compra de DAI com reais e planos para o Brasil

MakerDAO compra de DAI com reais e planos para o Brasil

Uma das maiores plataformas de finanças descentralizadas (DeFi), a MakerDAO, anunciou que tem “planos específicos de atuação” no Brasil.

Assim, uma das novidades que devem ser implementadas em breve é a possibilidade de compra da stablecoin do protocolo, a DAI, com reais.

Mercado brasileiro é importante

A head de Bussiness Development da MakerDAO na América Latina, Nádia Alvarez, destacou a importância do mercado brasileiro no momento atual:

“O Brasil é um mercado muito importante. E será ainda mais, especialmente depois da emissão de dinheiro por parte do governo devido à pandemia, que deve aumentar o cenário de desvalorização do real. Temos planos específicos para nossa atuação no país”, disse ela à EXAME.

A executiva explicou que a MakerDAO está atualmente focada na educação das pessoas. Isso porque, segundo ela, a desvalorização das moedas nacionais é uma tendência para a América Latina nos próximos anos.

Portanto, é importante que as pessoas desses mercados conheçam outras possibilidades além da moeda fiduciária:

“No Brasil, produzimos conteúdos, tutoriais e outros materiais para ensinar as pessoas sobre DeFi”, falou Alvarez. “Em breve será possível adquirir o DAI com reais direto na nossa plataforma Oasis, mas hoje ele já está em diversas exchanges do país”.

Descentralização

No que diz respeito à descentralização, Alvarez destacou que este é um ponto positivo dos protocolos DeFi.

Entretanto, pode ser um problema quando as pessoas que ainda não estão acostumadas com esse modelo querem centralização.

“Querem uma central de atendimento, um suporte técnico, se sentem mais seguras com alguém controlando. Então, é preciso educar as pessoas. E, no limite, as duas formas poderão coexistir“, observou.

Por fim, a executiva lembrou que a tecnologia DeFi é muito nova, com apenas dois anos de existência. Nesse sentido, é normal haver dúvidas ou desconfianças sobre esses protocolos.

No entanto, com o passar do tempo, ela espera alcançar públicos ainda mais amplos.

“Eu não sei exatamente como será o futuro do dinheiro, se apenas com serviços descentralizados como DeFi, se será algo misto… Mas o DeFi veio para ficar, e tenho certeza que estamos ajudando a construir esse futuro”, concluiu.

Leia também: Brasileiros negociaram mais de R$ 7 bi em criptomoedas em setembro

Leia também: Bitcoin subiu 65% após eleições de 2016 nos EUA; história vai se repetir?

Leia também: Mais de R$ 5 bilhões em BTC de possível mercado clandestino são movidos

Forex Crypto News: Cripto Facil