Mais de 3%: Grayscale já tem mais de 600.000 Bitcoins

Mais de 3%: Grayscale já tem mais de 600.000 Bitcoins

A gestora de criptomoedas Grayscale Investments alcançou dois novos marcos nesta semana. O primeiro deles foi ter superado a marca de 600 mil Bitcoins sob custódia.

Na terça-feira (28), a gestora captou incríveis 9.468 Bitcoins no mercado. Com isso ela atingiu a marca de exatos 607.108 Bitcoins. Na atual cotação (R$ 143 mil), o total equivale a cerca de R$ 86 bilhões.

A forte captação de Bitcoins ajudou a impulsionar outro marco, o de valor sob custódia. A gestora atingiu US $ 19 bilhões em ativos sob gestão em 28 de dezembro.

Em reais, o valor total alcançou os R$ 96 bilhões. O recorde foi quase US$ 3 bilhões superior ao da semana passada, quando atingiu US$ 16,4 bilhões.

Os dados foram divulgados pela Grayscale por meio de sua conta no Twitter. Os valores dizem respeito a todos os fundos geridos pela empresa.

Distribuição dos fundos por participação

Os dados mais recentes da Grayscale mostraram que suas maiores participações, de longe, estão em Bitcoin. O Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) lidera com os já citados US$ 16,3 bilhões, cerca de R$ 86 bilhões na atual cotação.

Em segundo lugar vem o Grayscale Ethereum Trust (ETHE). O fundo lastreado em ETH agora tem $ 2,1 bilhões em ativos, o equivalente a R$ 10,7 bilhões.

Além dos dois principais, a Grayscale também tem fundos com participação relevante em outras três criptomoedas:

  • Grayscale Litecoin Trust (LTCN), com R$ 771 milhões;
  • Bitcoin Cash Trust (BCHG), com R$ 436 milhões;
  • Ethereum Classic (ETCG), com R$ 317 milhões.

Outros fundos possuem participações menos significativas, incluindo XRP, Monero e Zcash. A gestora não anunciou a retirada da XRP de seus fundos.

Gestora é maior detentora de Bitcoins entre institucionais

Recentemente, a Grayscale Investments foi destaque entre os investidores institucionais de Bitcoin. A gestora lidera com folga as captações tanto em fundos quanto a nível geral.

Ela é a única instituição que possui, individualmente, mais de 1% do total de Bitcoins em circulação. Na ausência de um fundo negociado em bolsa (ETF, na sigla em inglês), a gestora tem servido como porta de acesso para o mercado de criptoativos.

Leia também: USDT é o próximo alvo da SEC? Bitcoin pode colapsar com processo

Leia também: Homem fatura R$ 125 mil em Bitcoin criando memes

Leia também: Mais uma gigante quer investir R$ 2,6 bilhões em Bitcoin

Forex Crypto News: Cripto Facil