Maior obra de arte do Bitcoin foi vendida em leilão

Maior obra de arte do Bitcoin foi vendida em leilão

Com sede em Londres, Reino Unido, a Christie’s é uma das mais prestigiadas casas de leilões do mundo.

E agora, ela está prestes a vender seu primeiro token não fungível (NFT, na sigla em inglês).

A operação será realizada por meio de um leilão. O NFT já foi caracterizado como “a maior obra de arte” na história do Bitcoin.

Artista cria arte em blockchain

A obra em questão chama-se “Portrait of a Mind” (Retrato de Uma Mente, em tradução livre). Na verdade, trata-se de uma série monumental de 40 pinturas com mais de 50 metros de comprimento.

O criador da obra foi o historiador da arte Benjamin Gentilli. Gentilli tornou-se tornou artista de blockchain e hoje integra o coletivo de arte Robert Alice.

Portrait of a Mind” é uma transcrição completa pintada à mão dos 12,3 milhões de dígitos do código do Bitcoin, lançado em 2009.

Ao espalhar a base de código em 40 fragmentos distribuídos globalmente, o projeto “elaborará uma rede global de 40 coletores onde nenhum indivíduo manterá todo o código”, disse Gentilli.

“Em cada trabalho, um algoritmo encontrou um conjunto de dígitos hexadecimais que juntos são destacados em ouro. Eles lêem um conjunto de coordenadas que são exclusivas para cada pintura. 40 locais em 40 pinturas – cada local é de particular importância para a história do Bitcoin”, completou.

A obra tem como base a história do conceitualismo do século 20, bem como o mito fundador da criação do Bitcoin.

Grandes nomes do mercado participam de leilão

Para Gentilli, grande parte das comemorações do Bitcoin enfatizam a publicação do white paper, lançado em outubro de 2008. Ou o lançamento do Bitcoin, em janeiro de 2009.

No entanto, ele acredita que pouca atenção é dada para a própria base de código. Para o artista, esse é “o verdadeiro documento histórico”.

O leilão ocorrerá no dia 7 de outubro durante uma semana de duração exposição de obras leiloadas em Nova York. A peça de Gentilli será leiloada no final da exposição.

A Christie’s venderá uma pintura da série, “Bloco 21 (42.36433 ° N, -71.26189 ° E),” como parte de seu “Leilão do pós-guerra e contemporâneo”.

A peça inclui um token fungível exclusivo como parte integrante da obra. O preço estimado dos lances da obra giram em torno de US $ 12 (R$ 65) até US$ 18 mil (R$ 97 mil).

Algumas pessoas já possuem cópias de “Portrait of a Mind“. Entre elas estão o fundador da Binance, Changpeng “CZ” Zhao, e o presidente da Bloq, Matthew Rozsak.

Popularizando os leilões online

Gentilli disse que ao apresentar e vender um NFT na Christie’s, ele esperava estimular outros artistas contemporâneos a dar uma olhada no mercado desses tokens.

Em junho, uma obra de arte intitulada “I Can’t Breathe” (Não consigo respirar) do artista autodidata nigeriano Osinachi foi arrematada por 7 ETH (cerca de R$ 9.000 à época) em um leilão online.

A obra homenageava o afro-americano George Floyd, morto por policiais nos Estados Unidos em 25 de maio. O valor arrecadado foi destinado ao movimento Black Lives Matter.

Leia também: Dólar pode impedir nova alta do Bitcoin, aponta analista

Leia também: Criptomoeda listada pela Binance dispara 85% e tem maior valorização do dia

Leia também: Investidores estão otimistas sobre Bitcoin, apesar dos indicadores negativos

Forex Crypto News: Cripto Facil