Líder da Midas Trend ameaça investidores insatisfeitos com saques retidos

Líder da Midas Trend ameaça investidores insatisfeitos com saques retidos

Um líder da Midas Trend que se diz próximo do presidente da empresa, Deivanir Santos, enviou um áudio para um grupo de investidores no dia 09 de março. Segundo Leandro Alvarino, Santos supostamente já teve uma empresa que foi hackeada e pagou os credores.

Ele diz aos investidores que aqueles que processarem a Midas Trend em busca dos valores retidos serão tratados como cúmplices “de uma pirâmide” pelo Poder Judiciário, e não receberão os valores nem pelas vias judiciais, nem pela Midas.

“Vocês têm que pensar um pouquinho”

Alvarino afirma que já trabalha com Deivanir Santos e seu irmão, Deyvaney, “há anos”. Ele menciona um exemplo em que uma suposta empresa anterior de Santos foi hackeada e “perdeu milhões”, mas (mais uma vez supostamente) Santos pagou todos os investidores. A solução encontrada por Santos para pagar os clientes foi vender seu próprio carro e investir “na criptomoeda” – que Alvarino não especifica -, o que supostamente seria o suficiente para cobrir o rombo que ele mesmo estimou em “milhões”.

Ele então afirma quer mais que os investidores demandem judicialmente os valores pois, segundo Alvarino, eles não receberão os valores.

“Sabe por que que eu quero que coloque na justiça? Porque quanto mais pessoas colocar na justiça, menos vai ser pessoas que vai receber na Midas (sic). Por que? Quando chegar o nome, vai chegar no advogado do Deivanir, o Deivanir vai olhar o nome dele e vai falar: ‘opa, essa pessoa botou na justiça, então não preciso pagar. Vamos esperar a justiça determinar, quando ela determinar, eu pago’. Vocês vão ficar sem receber, e é por isso que eu quero que 100% de vocês coloquem na justiça.”

Alvarino ainda repete, afirmando que investidores devem ser inteligentes, aguardando os 90 dias estipulados por Deivanir Santos – que findam no dia 13 de abril. Ele ainda amedronta os investidores, afirmando que eles serão reconhecidos como “cúmplices de uma pirâmide” pelos tribunais e não receberão – nem judicialmente, nem da empresa.

“Se eu fosse vocês, entrava com 10 advogados contra o Deivanir. Eu sei como a justiça é, gente. Ela não vai pagar vocês, sabe por que? Ela vai alegar que vocês faz parte da Midas, vocês são cúmplice de uma pirâmide (sic). E sabe o que vai acontecer? Não vão pagar. Se a Midas Trend voltar, vocês não vão receber e vão ficar chupando dedo.”

Alvarino conclui o áudio em tom de deboche com os investidores:

“E eu, mais uma vez, vou voltar no grupo e fazer outro áudio pra falar com vocês só uma coisa: bem feito, não sabe esperar.”

Investidores seguem sem retorno de Deivanir Santos

Deivanir Santos afirmou em fevereiro que se ausentaria das redes sociais, por supostamente não querer que terceiros atrapalhem a tramitação da Midas Trend para uma suposta plataforma internacional.

Até mesmo um dos maiores apoiadores e líderes da empresa, Vauberti Freitas, falou em um vídeo que seria “muito bom” se Santos viesse a público e prestasse atualizações sobre a atual situação da empresa.

Enquanto isso, a plataforma brasileira foi desativada e investidores seguem sem notícias sobre os próximos passos, aguardando o fim dos 90 dias pedidos como prazo pelo presidente da empresa.

Leia também: Líder da Midas Trend supostamente tira a própria vida após sofrer ameaças

Forex Crypto News: Cripto Facil