Ledger dá R$ 1,8 milhão para quem informar sobre hacks de criptomoedas

Ledger dá R$ 1,8 milhão para quem informar sobre hacks de criptomoedas

Após uma série de ataques aos seus usuários, a fabricantes de carteiras Ledger resolveu tomar providências.

Na quarta-feira (13), a empresa lançou um texto com uma série de atualizações sobre suas políticas de segurança.

Entre as mudanças está a instituição de uma recompensa no valor de aproximadamente US$ 350 mil. O valor será pago em Bitcoin e equivale a cerca de R$ 1,8 milhão.

O valor é estimado de acordo com a cotação atual. O prêmio em si é uma carteira Ledger com 10 Bitcoins dentro.

A recompensa será entregue a qualquer pessoa que que forneça informações que levem à identificação, prisão e julgamento bem-sucedido de cibercriminosos.

A empresa também espera persuadir outros na indústria de criptomoedas para contribuir com a iniciativa.

Detalhamento de ataques contra a Ledger

No texto a Ledger descreve o histórico recente de vazamentos e ataques de phishing contra as carteiras. Esses ataques comprometeram as informações pessoais de centenas de milhares de seus clientes.

Um dos pontos abordados foi o ataque mais recente, que vazou dados sensíveis de usuários. A recompensa, por sinal, é para quem der  informações que possam ajudar a localizar os invasores por trás do vazamento.

A situação começou no ano passado com uma violação do banco de dados de e-commerce e marketing de Ledger. Os hackers utilizaram os dados obtidos para aplicar golpes nos clientes da empresa.

O último ataque não foi exatamente contra a Ledger, mas atingiu a empresa. Os hackers resolveram divulgar os dados roubados na Internet. Milhares de pessoas foram afetadas, incluindo brasileiros.

E o ano de 2021 já começou com um novo caso. A Ledger foi informada pela Shopify que um “membro desonesto” da equipe de suporte da empresa havia obtido um cliente registros transacionais relacionados a Ledger e outras empresas.

Desde o verão, o número de ataques de phishing contra os clientes da Ledger aumentou. Isso pode causar impactos na imagem da empresa, que busca a liderança no setor de custódia até para empresas.

Por isso, a Ledger não está economizando esforços. Investigadores particulares foram contratados para lidar com o caso. Outras mudanças incluem o lançamento de uma nova solução técnica que abrirá o caminho para o seguro de fundos para clientes individuais.

“Nós, da Ledger, aprendemos lições muito importantes e continuaremos a trabalhar duro para garantir que sua confiança seja depositada em nós. Estamos muito orgulhosos. Estamos nos tornando mais fortes e resilientes como resultado”, disse a Ledger.

Leia também: PicPay anuncia cartão de crédito com 5% de cashback

Leia também: Trader aponta que maior alta vem aí e indica 5 criptomoedas

Leia também: Chefe da pirâmide D9 “faz sucesso” com música Estelionato de Amor

Forex Crypto News: Cripto Facil