IRB (IRBR3) teve que se explicar para a CVM por notícia na Forbes

IRB (IRBR3) teve que se explicar para a CVM por notícia na Forbes

Na noite desta terça-feira, 11, a IRB Brasil (IRBR3) prestou esclarecimentos à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

“No entanto, por equívoco, a citada matéria interpretou as informações ali contidas como sendo da Companhia e não do mercado de seguros como um todo.”

– afirma a IRB Brasil.

Portanto, a resseguradora entrou em contato com o veículo de imprensa para esclarecer a questão. Desse modo, a coluna “prontamente excluiu a nota com o erro referente ao IRB Brasil RE”.

A nova consultoria da IRB

No início de janeiro (4) da IRB anunciou a contratação de uma nova consultoria líder mundial em gestão empresarial.

Assim sendo, a consultoria irá assessorar a resseguradora em sua revisão estratégica, com análise profunda do footprint atual por negócios, geografias e modelo operacional, com foco no longo prazo. Além disso, irá elaborar planos para implementar a estratégia.

Segundo a IRB Brasil, a coordenação do projeto ficará sob responsabilidade do Conselho de Administração da companhia. Assim sendo, quem irá liderar pessoalmente será o Presidente do Conselho, Antônio Cássio dos Santos.

De acordo com dados do terceiro trimestre de 2020, a IRB terminou o período com um índice de sinistralidade de 82,1%. Entretanto, excluindo efeitos one-offs – materiais não recorrentes – o índice seria de 59,4%. Seu prejuízo líquido ficou em R$ 23,8 milhões. Excluindo os one-offs seria um lucro líquido de R$ 110,3 milhões.

Leia também: Nova alta do Bitcoin? Grayscale reabre fundo para investidores

Leia também: 12 anos atrás, Hal Finney recebe primeira transação de Bitcoin

Leia também: Trader com R$ 1 bilhão em criptomoedas revela seus investimentos

Aviso: O texto apresentado nesta coluna não reflete necessariamente a opinião do CriptoFácil.

Forex Crypto News: Cripto Facil