Guru dos investimentos recomenda estratégias para iniciantes

Guru dos investimentos recomenda estratégias para iniciantes

O investidor anjo Balaji Srinivasan recomendou uma estratégia de investimento em criptomoedas que os novatos podem usar para construir seu portfólio.

Em entrevista à Real Vision Finance, o ex-CTO da Coinbase disse que a melhor maneira de aprender como investir em criptoativos é começando com o Bitcoin.

“Se você ainda não sabe o que está fazendo, compre a BTC e aprenda. A maioria das pessoas comprará BTC de forma custodiada na Coinbase. Aí eles vão pegar uma carteira, vão brincar com ela para se inserir na comunidade, vão desenvolver suas próprias teses sobre ela… isso é o começo”, disse.

Bitcoin é “denominador universal”

Para Srinivasan, independentemente da criptomoeda escolhida pelo investidor, o BTC é “língua franca da cripto Babel”:

“Todo mundo, não importa qual seja sua cripto-subcultura, conhece e respeita o BTC. Se você é Ethereum ou está no EOS, ou você está no Zcash ou no Cosmos ou o que for, BTC é apenas o tipo de denominador universal.”

Nesse sentido, Srinivasan acredita que os investidores não vão errar nunca se tiverem Bitcoin em seu portfólio. No entanto, ele observa que existem outros projetos importantes a explorar:

“Se você quer ir mais longe, depende da sua tese e de como está explorando o espaço. Por exemplo, se você gosta muito de privacidade, olhar para Zcash é interessante. Se você estiver interessado na construção de programas dos desenvolvedores – e não apenas Zcash, mas outras coisas relacionadas a zkSNARKs (provas de conhecimento zero), Grin … Algumas coisas incríveis estão acontecendo lá em termos de computação para preservação de privacidade. Extremamente importante, francamente, para onde a internet está indo”, afirmou.

Além disso, segundo ele, Ethereum e finanças descentralizadas (DeFi) também podem estar no radar:

“Outro ângulo, se você se preocupa com finanças, é entrar em Ethereum e DeFi (finanças descentralizadas), onde cada instrumento financeiro está sendo reconstruído em cadeia de derivativos a ações e títulos e o que você tem. Você pode basicamente configurar um Terminal Bloomberg em qualquer lugar de seu computador sem uma taxa de terminal Bloomberg”, disse.

Diversificação

Além de privacidade e DeFi, Srinivasan recomenda que os investidores procurem outros setores interessantes. Dessa forma, poderão ampliar os investimentos e diversificar o portfólio de criptoativos.

“Portanto, os tipos de tecnologias em que estou interessado são aqueles que complementam o BTC, onde o BTC é um ouro digital. Não sinto que esteja ameaçado, mas acho que também precisamos de um sistema bancário digital. Precisamos de moedas privadas. Acho que vamos precisar, por exemplo, streaming de vídeo e mensagens sem censura e todo esse tipo de coisa, certo? E eu acho que as criptomoedas serão um componente massivo disso, mesmo que leve 5, 10, 15 anos para a coisa toda ser construída”, finalizou.

Leia também: Bitcoin busca os US$ 3 milhões até 2023, defende investidor

Leia também: Exchanges descentralizadas perdem 25% do volume após 3 meses de alta

Leia também: Bolsa de Valores ou Bitcoin? Qual o melhor investimento de 2020?

Forex Crypto News: Cripto Facil