Governos estão muito interessados em Bitcoin e blockchain, revela pesquisa

Governos estão muito interessados em Bitcoin e blockchain, revela pesquisa

A empresa de análise de blockchain Chainalysis revelou que houve um crescimento enorme por parte de agências governamentais de todo o mundo sobre o uso de blockchain, Bitcoin e outras criptomoedas.

Esse crescimento foi impulsionado pelo “aumento da demanda por tecnologia blockchain investigativa de agências do setor público”.

O objetivo dessas agências com o investimento em blockchain é reprimir o uso ilícito de Bitcoin e criptoativos.

Criptoativos são o futuro das finanças

O chefe executivo Michael Gronager defendeu que empresas como Chainalysis vão ajudar a indústria de criptoativos a prosperar. Para isso, precisam trabalhar com autoridades policiais e reguladoras do governo.

“Há muito otimismo sobre como o setor público vai ajudar o setor privado a crescer. O governo é uma grande parte do crescimento do que estamos fazendo e será nos próximos anos. Toda vez que ganhamos contratos no do lado do governo ajudamos o lado privado a crescer também”, disse Gronager à Forbes.

Além disso, o executivo destacou que o Bitcoin e as criptomoedas são o “futuro das finanças” e vieram para ficar.

Isso porque, segundo ele, há uma “tendência macro” que aponta que os criptoativos vão se tornar mais confiáveis.

Sobre a popularização das finanças descentralizadas (DeFi), Gronager entende que se trata da mais recente evolução do mercado de criptomoedas. Nesse sentido, ele espera que a blockchain ajude a criar “um sistema melhor do que o existente antes”.

Fim da Monero?

Conforme apontou Gronager, o interesse governamental pelos criptoativos inclui um contrato recente entre a Chainalysis e a Receita dos Estados Unidos (IRS).

Recentemente, a companhia fez uma parceria com a IRS para rastrear a criptomoeda de privacidade Monero.

Para o executivo, tokens de privacidade como Monero e Zcash, que são mais difíceis de rastrear, não têm capacidade suficiente para ter sucesso.

“Se você olhar para seus casos de uso, o que inclui organizações como sindicatos do crime, você precisa de liquidez e adoção e de muitas pessoas para usá-los. Isso funciona para Bitcoin, pois tem liquidez. Monero e zcash são finalidades de nicho que podem não serão usados ​​para atividades criminosas em grande escala. Haverá moedas de privacidade e recursos de privacidade, mas são produtos de nicho. A longo prazo, não é algo com que devemos nos preocupar.”

Leia também: Mercado de ações colapsará em 18 meses, declara bilionário

Leia também: China distribui R$ 8 milhões em sua moeda digital

Leia também: Bitcoin pode valorizar mais 42% até o fim do ano, defende analista

Forex Crypto News: Cripto Facil