Fundo de Bitcoin da Grayscale cresce 872% em 2020

Fundo de Bitcoin da Grayscale cresce 872% em 2020

A gestora de ativos Grayscale divulgou nesta quinta-feira (14) seu relatório de investimento em ativos digitais referente ao quarto trimestre de 2020.

No documento, a companhia destacou, entre outras coisas, o desempenho do Bitcoin ao longo do ano passado.

Além disso, é possível notar um crescimento expressivo na busca pela principal criptomoeda do mercado.

Prova disso é que o fundo de Bitcoin da empresa, o Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) teve um crescimento de mais de 872% apenas em 2020 impulsionado pela adoção institucional:

“Grayscale começou o ano com US$ 2,0 bilhões em ativos sob gestão e terminou 2020 com US$ 20,2 bilhões. Em 2020, o Grayscale Bitcoin Trust esteve entre os produtos de investimento de crescimento mais rápido no mundo, passando de US$ 1,8 bilhão para US$ 17,5 bilhões em ativos sob gestão. Este é um testemunho incrível da maturação do ecossistema da moeda digital”, destacou a companhia.

Frenesi do Bitcoin impulsiona fundo da Grayscale

De acordo com a gestora, o valor do Bitcoin foi testado em 2020 pela pandemia global e mostrou resistência.

E isso, segundo a Grayscale, atraiu a atenção de mais instituições financeiras, investidores e observadores da indústria do que nunca.

“Quando os livros de história forem escritos, 2020 será notado como um ponto de inflexão principal para a adoção do Bitcoin e das moedas digitais de forma mais ampla”, ressaltou a gestora.

A resiliência do BTC fez com que o criptoativo encerrasse o ano como um dos ativos de melhor desempenho. Da mesma forma, a criptomoeda teve a melhor performance no 4º trimestre de 2020:

Desempenho dos ativos no 4º Trimestre de 2020
Desempenho dos ativos no 4º Trimestre de 2020. Fonte: Grayscale

Por conta do aumento da demanda, os influxos no Bitcoin Trust ultrapassam os Bitcoins extraído. Conforme informou a gestora, no 4º trimestre, as entradas de Bitcoin foram de aproximadamente 194% dos BTC extraídos. Ou seja, quase o dobro.

Além disso, em um contexto geral, o Bitcoin Trust foi responsável por 87% de todos os fluxos de entrada da Grayscale. Segundo o relatório, esta é mais uma prova de que as instituições buscam o Bitcoin como um ativo de reserva. 

Relação entre as entradas no Bitcoin Trust com entradas gerais em 2020
Relação entre as entradas no Bitcoin Trust com entradas gerais em 2020. Fonte: Grayscale

Bitcoin sob gestão da Grayscale também disparou

A Grayscale enfatizou ainda que, ao longo de 2020, a quantidade de Bitcoin em circulação sob o gerenciamento da empresa aumentou de 1,45% para 3,31%.

Da mesma forma, a proporção de Ethereum em circulação gerenciados pela Grayscale saltou de 0,47% para 2,61% em 2020.

Por fim, a gestora concluiu que 2020 foi o ano em que os investidores institucionais reconheceram que o Bitcoin é uma opção viável para compensar a abundância de papel-moeda e a natureza pesada do ouro: 

“O Bitcoin ocupou o centro do palco na comunidade de investimentos. E Grayscale teve a sorte de ser uma das principais vias de investimento em 2020, com aproximadamente US$ 5,7 bilhões em ingressos totais.”

Leia também: Mais de R$ 550 mil: homem encontra 2,7 BTC esquecidos em sua carteira

Leia também: Polkadot dispara 40% em apenas 24 horas; entenda a alta

Leia também: Trader aponta que maior alta vem aí e indica 5 criptomoedas

Forex Crypto News: Cripto Facil