Funcionários do PayPal não sabem que Bitcoin pode ser fracionado

Funcionários do PayPal não sabem que Bitcoin pode ser fracionado

O PayPal anunciou que vai dar suporte ao armazenamento e às negociações de criptomoedas na sua plataforma.

No entanto, isso não significa que os seus funcionários estejam familiarizados com o funcionamento do Bitcoin (BTC).

“O que é um Satoshi?”

Stephen Cole é um investidor de Bitcoin e influenciador da criptoesfera.

Contudo, ao conversar com alguns funcionários do PayPal, Cole descobriu algo surpreendente:

Paypal- Bitcoin

“Estou explicando para alguns funcionários do PayPal que você pode comprar uma fração do Bitcoin e eles estão surpresos. Meu deus, nós ainda estamos no começo.”

Assim, ao que parece, os funcionários do PayPal – uma das maiores empresas do mundo no setor financeiro – não sabem o básico sobre o funcionamento do Bitcoin.

A informação causou surpresa para um usuário, que questionou:

Paypal- Bitcoin

“Sem chances. Funcionários do setor técnico?”, perguntou BitLawyer

“Mais no lado do processamento, programação e gestão de projetos”, respondeu Cole

No mais, a entrada do PayPal no mercado das criptomoedas foi considerada positiva por parte da criptoesfera.

No entanto, a nova estratégia da empresa também está causando algumas críticas.

Criptomoedas serão limitadas

A plataforma do PayPal não funcionará como uma exchange de criptomoedas.

Por conta disso, haverá limitações na transferência de criptomoedas entre as contas de diferentes usuários. Esse é um problema que está causando várias críticas por parte dos investidores das criptomoedas.

Além disso, o próprio Cole apontou ser reticente em relação ao tema:

Paypal- Bitcoin

“Esse negócio do PayPal e do BTC que está acontecendo… isso significa que você pode comprar criptomoedas no PayPal e guardá-las na sua Trezor [carteira de criptomoedas], eventualmente? Ou teremos que mantê-las na carteira do PayPal? Pergunto apenas por curiosidade… Quais serão as tarifas que eles vão cobrar?”, perguntou Meaghie Champion

Cole respondeu:

“O PayPal não está vendendo Bitcoins de verdade. Você não pode retirar nem controlar as suas criptomoedas. Eu evitaria o PayPal e ficaria com empresas como a Swan Bitcoin e a Casa.”

Dessa maneira, a notícia sobre a entrada do PayPal no mercado dos criptoativos está recebendo uma recepção mista por parte da criptoesfera, devido às limitações impostas pela empresa sobre a custódia e as transações de criptomoedas.

Leia também: Bitcoin acima de US$ 13 mil é instável, aponta trader

Leia também: Bilionário compara: “ter Bitcoin é como investir cedo no Google ou na Apple”

Leia também: Revista Veja faz piada sobre preço do Bitcoin e erra

Forex Crypto News: Cripto Facil