Famoso analista: Bitcoin atingirá US$ 300 mil em 2021

Famoso analista: Bitcoin atingirá US$ 300 mil em 2021

O investidor e pai da adaptação da ferramenta estoque-fluxo (stock to flow) para o Bitcoin, PlanB, disse que a escassez do BTC fará com que a criptomoeda cresça em 2021.

Em uma nova entrevista para a SALT Talks, o analista destacou que haverá uma alta para o BTC em 2021.

Bitcoin rumo aos US$ 300 mil

De acordo com a previsão do holandês, a criptomoeda mais popular do mercado pode disparar para os US$ 300 mil antes do final de 2021:

“Se você olhar para a trajetória que tivemos [nos] últimos 10 anos, onde o Bitcoin poderia chegar aos níveis de ouro e imóveis, então espero que o BTC cresça 10x ou 20x. Portanto, irá para bem acima dos US$ 100 mil, talvez acima dos US$ 300 mil, antes do Natal do próximo ano. E isso soa muito otimista. Isso pode parecer ridículo para algumas pessoas, mas já fizemos isso três vezes antes. E é um retorno muito assimétrico; anos de nada, algumas grandes quedas e, em seguida, um ano enorme de touros que acho que vai acontecer no próximo ano.”

A avaliação otimista de PlanB é baseada sobretudo na natureza escassa do Bitcoin. Para defender sua tese, ele citou especificamente a oferta fixa do Bitcoin e os halvings que diminuem a quantidade de BTC sendo extraída a cada ano.

“Eram 25 [Bitcoins] quando começou em janeiro de 2009, quando Satoshi extraiu o primeiro bloco com 50 Bitcoins a cada 10 minutos. Portanto, estamos agora em 6,25 e isso vai cair pela metade nos próximos 100 anos. Então, sim, o suprimento será retirado. Se você quiser Bitcoin, terá que convencer outra pessoa a desistir e vendê-lo para você”, disse.

Segundo ele, essa lógica é muito clara e sem dúvidas afeta o preço do Bitcoin.

“E, claro, isso afeta o preço. (…) ativos escassos valem mais do que ativos abundantes. BTC é o primeiro bem escasso absoluto. Você não pode alterar a oferta mesmo quando [seu] preço aumentar. Você não pode aumentar a oferta porque está matematicamente no protocolo. E isso é único”, argumentou.

Vencedor leva tudo

Além disso, PlanB revelou que acredita que o Bitcoin está prestes a vencer em um jogo em que o vencedor leva tudo.

“Acho que [um] vencedor leva todo o jogo. Acho que grande parte da confusão vem do fato de que algumas pessoas veem o Bitcoin e outras moedas como produtos ou empresas. Você pode ter vários produtos. Alguns produtos vencerão e os outros perderão. Ou várias empresas podem coexistir, o que é uma visão muito lógica”, disse.

Por outro lado, ele observou que o Bitcoin não é uma empresa, mas um protocolo de dinheiro.

“Mas o Bitcoin, na minha opinião, não é uma empresa. É um protocolo … É um protocolo e, claro, você só pode ter um protocolo, especialmente um protocolo de dinheiro. A meu ver, não faz sentido ter em 2020 várias moedas, como temos hoje. É muito mais eficiente ter um protocolo monetário, que é o BTC. Sou o que eles chamam de maximalista, mas não gosto do termo”, disse.

Por fim, embora ache que o Bitcoin está pronto para se tornar parabólico no próximo ano, PlanB disse que o BTC é vulnerável à interferência governamental e regulatória.

“O maior risco que as pessoas veem é [uma] proibição ou regulamentação governamental … Os governos têm sido contra o Bitcoin abertamente, mas também, especialmente tentando matar os antecessores do Bitcoin. Bitcoin não foi a primeira moeda digital. Todos os outros foram fechados pelo governo porque não era peer-to-peer ou o inventor não era anônimo. Então, eles simplesmente os fecharam. E olhe o que eles fizeram à Libra do Facebook. Então, de certa forma, o BTC foi projetado especialmente para esse risco”, finalizou.

Leia também: Binance anuncia suporte para PIX e lança competição de trade

Leia também: Bitcoin buscará os R$ 250 mil em breve, diz autor de “Pai Rico, Pai Pobre”

Leia também: Há 10 anos, Satoshi Nakamoto se despedia da comunidade de Bitcoin

Forex Crypto News: Cripto Facil