Exchanges brasileiras movem R$ 9,3 bilhões em Bitcoin durante janeiro

Exchanges brasileiras movem R$ 9,3 bilhões em Bitcoin durante janeiro

O Bitcoin (BTC) iniciou uma disparada em novembro de 2020 e ainda segue em altos patamares atualmente. O alto preço fez com que exchanges brasileiras movimentassem bilhões em janeiro deste ano.

Conforme dados do Cointrader Monitor retirados de 32 exchanges, o total movimentado foi R$ 9.389.282.797,11. Isso se traduz em 49.216,55 BTC.

O Mercado Bitcoin liderou o volume, negociando 11.357 BTC e dominando 23,07% do mercado nacional.

Bilhões de reais em Bitcoin

Durante janeiro de 2021, o Bitcoin saltou de R$ 153.461,90 para R$ 182.662,81. Trata-se de uma valorização de 19% ao longo do mês.

O dia de maior movimentação foi 11 de janeiro, quando as exchanges movimentaram quase R$ 1 bilhão em BTC — mais precisamente R$ 891.435.321,95.

No referido dia, o Bitcoin chegou a despencar 20%, sendo uma possível razão para a disparada no volume.

Outro dado importante evidenciado pelo Cointrader Monitor é que a média mensal de volume em janeiro de 2020 foi 29.267 BTC. Desta forma, quase 20.000 BTC a mais foram negociados no mesmo mês este ano.

Abaixo, é possível ver os volumes diários de negociação durante janeiro, bem como a participação de cada exchange:

Volumes de BTC negociados no Brasil em janeiro de 2021
Volumes de BTC negociados no Brasil em janeiro de 2021. Fonte: Cointrader Monitor

Além disso, segundo dados do relatório mensal publicado pelo Valor Bitcoin, o menor valor do Bitcoin em exchanges brasileiras em janeiro foi R$ 144.104,78.

O preço apareceu no livro de ofertas da BitBlue no dia 4 de janeiro. O BTC mais caro também foi visto na mesma exchange no dia 8 do mesmo mês, negociado a R$ 232.259,38.

É importante ressaltar que os dados de ambos os relatórios foram retirados dos volumes relatados pela exchange por meio de APIs.

Um fato curioso é que todo o volume de Bitcoin negociado no Brasil em janeiro de 2021 ainda é menor que o total de BTC mantido pela MicroStrategy. A gigante do ramo de tecnologia possui mais de 70 mil BTC em seu tesouro.

Volumes disparam em 2020

Em outro relatório do Cointrader Monitor, foi analisado o volume negociado em 2020 em comparação a 2019.

Em 2019, as exchanges declararam a movimentação total de R$ 11.395.791.111,19 em Bitcoin. Já em 2020, o valor ultrapassou os R$ 20 bilhões e representou um aumento de quase 76%.

Contudo, note-se que o volume cresceu em reais. Tendo em vista a disparada significativa do preço, é normal que o montante em moeda fiduciária também cresça.

Já o volume de BTC, por sua vez, declinou. Foram 4,91% a menos de 2019 para 2020, saindo de 369.357,54 BTC para 351.204,65 BTC.

Leia também: Chainlink pode valorizar 300% em 2021; analista dá motivos

Leia também: Ethereum rompe topo e preço pode disparar, apontam especialistas

Leia também: IPO da Mosaico (MOSI3), dona do Buscapé, encerra hoje: saiba se vale a pena

Forex Crypto News: Cripto Facil