ETF de Bitcoin pode causar correção maior no preço, diz JPMorgan

ETF de Bitcoin pode causar correção maior no preço, diz JPMorgan

Recentemente, a gestora VanEck animou o mercado ao fazer o pedido de registro para um ETF de Bitcoin.

No entanto, o banco JPMorgan fez um alerta. Para a instituição, um ETF de Bitcoin atrairia dinheiro vindo de outros fundos institucionais. É o caso do GBTC, fundo gerido pela Grayscale Investments.

À longo prazo, a maior concorrência seria benéfica para o mercado. Mas no curto prazo poderia prejudicar o preço do Bitcoin.

Os analistas destacaram que o ETF atrairia dinheiro institucional do GBTC. O fundo atualmente é a única maneira para alguns em Wall Street ganharem exposição ao Bitcoin, aponta o banco.

GBTC pode impactar preço do Bitcoin

Caso o GBTC seja preterido por um ETF, isso pode causar uma redução do prêmio do fundo. Investidores institucionais compram o GBTC pelo valor líquido do ativo com a intenção de vender após o período obrigatório de bloqueio de seis meses expirar para capitalizar sobre esse prêmio.

Se o prêmio cair devido à introdução de um ETF, isso diminuiria a popularidade de comprar GBTC. E a Grayscale hoje é um dos maiores compradores de Bitcoin do mercado.

Por isso, a gestora poderia ter que vender Bitcoins para honrar os resgates do fundo. A Grayscale possui mais de 600 mil Bitcoins sob gestão atualmente.

A perspectiva de um ETF e a diminuição do prêmio do GBTC também pode levar alguns investidores institucionais a venderem seus fundos. As vendas ocorrem a cada seis meses, quando expira o período de lock-up de seis meses.

Comentários sobre o risco de ETF para o GBTC
Comentários sobre o risco de ETF para o GBTC. Fonte: JPMorgan.

Novo diretor da SEC pode auxiliar ETF

O otimismo quanto à aprovação de um ETF cresceu nos últimos meses. A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês) está prestes a ter um novo presidente.

Elad Roisman é conhecido por ser um apoiador do Bitcoin e da regulamentação das criptomoedas. Seu nome ainda precisa ser aprovado pelo Senado.

Como ressaltado pelo JPMorgan, um ETF traria consequências positivas no longo prazo. Devido a restrições regulatórias e outras, alguns fundos e instituições financeiras não podem possuir Bitcoin diretamente ou mesmo comprar ações diretamente da Grayscale.

Por conta disso, as cotas do fundo costumam ter um ágio em relação ao preço do BTC. Com um ETF, esse prêmio encolheria, reduzindo a atratividade das ações do GBTC e beneficiando os investidores.

Leia também: Raoul Pal diz que o Bitcoin atingirá US$ 1 milhão até 2026

Leia também: Bitcoin fará com bancos o que YouTube fez com vídeos, diz bilionário

Leia também: Analista recomenda quatro criptomoedas e diz que Ethereum vai disparar

Forex Crypto News: Cripto Facil