Criptomoedas vão disparar após Bitcoin atingir US$ 40 mil, diz analista

Criptomoedas vão disparar após Bitcoin atingir US$ 40 mil, diz analista

O estrategista e negociante de criptomoedas Michaël van de Poppe disse que o Bitcoin está se preparando para uma corrida rumo aos US$ 40.000, à medida que continua a registrar novos máximos.

Em um novo tuíte, Van de Poppe disse aos seus 91.700 seguidores que o BTC pode registrar ganhos de mais de 50% ao negociar acima dos US$ 27.000.

“O Bitcoin está se expandindo ainda mais conforme se aproxima do meu segundo ponto de interesse Fibonacci, em torno de US$ 25.800. Quanto mais alto vamos, mais alto nos trará o próximo movimento de impulso. Se US$ 25.800 é o máximo temporário, o próximo impulso poderia trazer o BTC para US$ 40.000”, afirmou.

Bitcoin pode ter movimento de baixa

Além disso, para o trader, o atual ciclo de alta do BTC é diferente daquele de três anos atrás.

“Bitcoin acima de US$ 26.000, enquanto o hype do varejo não está nem perto do recorde anterior de US$ 19.700 em 2017. Mercado em alta”, afirmou.

Entretanto, embora Van de Poppe esteja otimista, ele alertou que o BTC pode apresentar um forte movimento de baixa.

“Movimentos verticais geralmente terminam em uma correção rápida (lembra do Verão de 2019)? Essas correções rápidas são feitas para o estabelecimento de um intervalo lateral. Não seja cortado de uma correção. O mercado em alta vai durar mais tempo. Tenha um horizonte mais longo”, disse.

Altcoins podem subir

Já quanto às altcoins, Van de Poppe diz que é apenas questão de tempo até que os investidores mudem seus lucros do BTC para outros ativos digitais.

Nesse sentido, ele destacou que as altcoins estão estabelecendo um “fundo do poço” em preparação para um grande movimento no início do próximo ano.

“Estou esperando altcoins no primeiro trimestre de 2021”, disse.

Dessa forma, o estrategista de criptomoedas disse estar de olho em duas altcoins em particular. Ele acredita que a VeChain (VET) está preparada para ter um bom desempenho em relação ao BTC e ao dólar americano.

A outra altcoin é a Zilliqa (ZIL). Com relação ao ativo, o trader disse que espera uma retração antes que ZIL suba para mais de US$ 0,23. Assim, atingindo um novo máximo histórico (ATH).

“Zilliqa atingiu a segunda zona alvo para esta onda de impulso. Uma corrida de 300% e uma perspectiva bastante otimista para 2021. Pontos de interesse: US$ 0,035 e US$ 0,048. A próxima onda de impulso provavelmente trará um novo ATH.”

Leia também: Elon Musk afirma que pode usar criptomoedas na colonização de Marte

Leia também: Trader perde R$ 9 milhões em token durante o Natal

Leia também: App permite ganhar Bitcoin jogando Counter-Strike

Forex Crypto News: Cripto Facil