Criptomoeda valorizou 1.700% em 2020 e pode manter alta

Criptomoeda valorizou 1.700% em 2020 e pode manter alta

A onda de ofertas iniciais de moedas (ICO, na sigla em inglês) em 2017 deixou diversas pessoas lesadas. Contudo, eventualmente uma criptomoeda conseguia vingar.

É o caso da Zilliqa. Surgido como uma criptomoeda baseada na rede Ethereum (um token ERC-20), o projeto lançou sua própria blockchain.

Por meio de seus desenvolvimentos em 2020, a Zilliqa saltou 1.700% até o momento da escrita desta matéria.

Zilliqa disparou em 2020

A Zilliqa marcou positivamente a esfera das criptomoedas. Trata-se da primeira blockchain a implementar sharding, solução de escalabilidade voltada a atender alto fluxo da rede.

sharding funciona dividindo a rede em diferentes pedaços, cada um contendo 600 nós. Esses “pedaços” então atuam como pequenas blockchains, processando transações separadamente.

Em 2020, a Zilliqa ainda acrescentou uma exchange descentralizada à sua blockchain, chamada Zilswap. Essa soma de desenvolvimentos fez com que a criptomoeda avançasse 1.700% no ano.

No geral, a ZIL deixou os R$ 0,023 no início do ano e chegou a atingir a máxima de R$ 0,491.

Gráfico com a variação de preço da ZIL em 2020
Gráfico com a variação de preço da ZIL em 2020. Fonte: CoinMarketCap

A Zilliqa publicou um relatório resumindo o ano de 2020, listando todos os desenvolvimentos ocorridos ao longo do ano.

Um deles ressaltou o crescimento na utilização da blockchain. Entre janeiro e novembro de 2020, o número de usuários mensais quase triplicou:

Número de usuários mensais da Zilliqa
Número de usuários mensais da Zilliqa. Fonte: Zilliqa

A Zilliqa também compete com Ethereum como ecossistema para construção de diferentes protocolos.

Embora o Ethereum 2.0 tenha acrescentado em dezembro a opção de prova de participação, esta funcionalidade já está disponível na Zilliqa desde outubro do mesmo ano.

Além disso, o valor de entrada é muito menor comparado com o Ethereum. São apenas 10 ZIL, ou cerca de R$ 4,50.

Atualmente, cerca de 30% de todo o suprimento de ZIL se encontra travado, rendendo juros aos seus investidores.

Tendo em vista os diferentes desenvolvimentos apresentados em 2020, além dos planos do projeto para 2021, acredita-se que a ZIL continuará valorizando durante o próximo ano.

Leia também: App permite ganhar Bitcoin jogando Counter-Strike

Leia também: Elon Musk afirma que pode usar criptomoedas na colonização de Marte

Leia também: Trader perde R$ 9 milhões em token durante o Natal

Forex Crypto News: Cripto Facil