Criminosos ameaçam infectar pessoas com covid-19 caso não paguem quantia em criptomoedas

Conforme noticiou o Jornal Extra no dia 01 de maio, o Departamento de Polícia de de Nova York (NYPD, na sigla em inglês) está alertando para a existência de um novo golpe na internet.

Neste novo golpe, criminosos virtuais estão ameaçando infectar pessoas e suas famílias com o novo covid-19 se elas não pagarem uma determinada quantia, em dinheiro ou criptomoedas.

Mais um golpe envolvendo Covid-19 e criptomoedas

O NYPD publicou um documento chamado “Golpes e fraudes que exploram a Covid-19 com probabilidade de continuar”, no qual ele destaca que a pandemia criou um ambiente propício para atividades fraudulentas, no qual criminosos usam o vírus para praticas diversas fraudes.

Os crimes não se limitam aos Estados Unidos, sendo disseminados no mundo todo, e vão desde phishing até o golpe em questão, que muito se assemelha a extorsão.

Porém, conforme também consta no relatório, o golpe está tendo menos sucesso por ser mais forçado. O vice-comissário de Inteligência e Contraterrorismo do NYPD, John Miller, afirmou que o golpe está “jogando com o medo das pessoas”. Ele acrescentou:

“Os bandidos compram os nomes e as senhas em massa da deep web. Se você enviar 300.000 desses e-mails, precisará apenas de algumas pessoas para se interessar, obtendo um bom lucro por muito pouco investimento.”

Golpe cheio de falhas

Outro ponto falho do golpe é a ausência de explicação dos criminosos sobre como eles poderiam infectar as pessoas. Miller afirma:

 “Falamos sobre isso para que as pessoas o reconheçam se receberem um e-mail desse. Elas também precisam saber que essa pessoa não invadiu o computador, não teve acesso a todas as informações e que a fraude depende de gente que acredita que essas alegações são verdadeiras”.

Jeremy Kennelly é gerente de análise da Mandiant Threat Intelligence, uma empresa de segurança cibernética, e afirmou que existem pessoas que podem levar a sério a ameaça, por mais que ela não pareça real. Kenelly declarou:

“Você suspeitaria da ideia de que alguém vai infectá-lo e a sua família se você não pagar uma quantidade X de Bitcoin é um pouco ridícula. Mas isso não significa que, com a ansiedade latente em torno da Covid-19, não haja certas pessoas que possam ser vítimas disso.”

Caso um usuário receba um desses e-mails, o conselho de Kennelly é:

“A única coisa correta a fazer é excluir o e-mail. Não há motivo para interagir com o remetente. Você deve excluí-lo e redefinir suas senhas.”

Leia também: CEO do Twitter afirma que a internet precisa do Bitcoin

Leia também: Consensys anuncia hackathon visando criar soluções para o Covid-19

Leia também: Golpistas se passam por representantes da OMS em novo golpe com criptomoedas

Forex Crypto News: Cripto Facil