Correlação entre Bitcoin e bolsa dos EUA atinge maior nível em toda a história

Correlação entre Bitcoin e bolsa dos EUA atinge maior nível em toda a história

De acordo com dados compilados pelos sites Coin Metrics e FactSet, a correlação contínua de 30 dias entre o Bitcoin e o índice de ações norte-amerianas S&P 500 atingiu o maior nível de toda a sua história durante a semana passada.

Desde o início do Bitcoin, a correlação entre o criptoativo e o S&P 500 variou bastante, alternando entre negativa e positiva várias vezes – um sinal de correlação não significativa. Ainda assim, a correlação entre os dois tende a atingir um pico durante fortes retrações no preço do Bitcoin, como mostrado no gráfico abaixo.

a correlação contínua de 30 dias entre o Bitcoin e o índice de ações norte-amerianas S&P 500

As ações dos EUA e da Europa sofreram uma surra ao longo do mês de março, à medida que os investidores continuam digerindo o impacto econômico do coronavírus. O Bitcoin também sofreu um forte impacto em seu preço, caindo quase 50% em um único dia. Essa queda colocou em xeque a tese do criptoativo como uma proteção contra crises financeiras.

Nos últimos 30 dias (21 dias úteis), o S&P 500 caiu mais de 30% em relação ao seu pico. Esta semana, no entanto, o Bitcoin ofereceu um alívio ao se valorizar quase 20% desde o domingo passado, contra uma alta de 7,5% semanal do S&P500, de acordo com o FactSet.

A crise do coronavírus, aliás, também marcou a queda mais rápida da história recente do S&P 500 em comparação com outras crises financeiras no século XXI, como pode ser visto no gráfico abaixo.

a queda mais rápida da história recente do S&P 500

Leia também: “É impossível proibir o Bitcoin”, diz diretor do Banco da Rússia

Forex Crypto News: Cripto Facil