Chainlink rompe máxima histórica e pode ter 150% de alta, prevê analista

Chainlink rompe máxima histórica e pode ter 150% de alta, prevê analista

A forte alta do Bitcoin impulsionou o preço de todo o mercado. Diversas criptomoedas renovaram suas máximas históricas esta semana. Entre elas está a Chainlink (LINK).

Nesta quarta-feira (10), o preço da LINK chegou a superar os US$ 27. Em reais, a criptomoeda atingiu mais de R$ 153. Mesmo com um forte recuo, a alta nas últimas 24 horas é de 4,17% neste momento.

Valorização da LINK nas últimas 24 horas
Valorização da LINK nas últimas 24 horas. Fonte: CoinMarketCap

O analista Keith Wareing destacou a valorização da LINK em 2021. Até o momento, a criptomeda já teve uma alta de mais de 150% no ano.

E será que os dados indicam novas valorizações expressivas para a LINK?

Tendência mostra mais espaço para crescer

Apesar da forte alta, os gráficos indicam que a LINK ainda tem espaço para mais valorizações. Wareing traz o gráfico de 1 hora do par LINK/USD para expor sua visão.

Segundo ele, a LINK manteve uma sólida tendência de alta desde o início de 2021. Neste momento, a resistência do canal médio no gráfico está em torno de US$ 29, um upside de 10% em relação ao preço atual.

No entanto, a meta de alta é ainda maior, cerca de US$ 34. Em reais, isso equivaleria a um preço de R$ 180 na cotação atual.

O movimento de alta foi tão significativo nos últimos meses que o próximo nível de suporte se a estrutura de alta quebrar pode ser visto em torno de US$ 17,20.

Gráfico de uma hora do par LINK/USD
Gráfico de uma hora do par LINK/USD. Fonte: TradingView

LINK encontra-se em promoção

Quando analisamos o par LINK/BTC, a diferença torna-se ainda maior. Neste par, a LINK encontra-se ainda distante de sua máxima histórica.

Mais precisamente, a criptomoeda está 154% longe de sua alta anterior em termos de Bitcoin, oscilando em torno de 0,236 BTC.

Performance histórica da LINK em Bitcoin.
Performance histórica da LINK em Bitcoin. Fonte: TradingView

Muitas outras moedas estão exibindo a mesma estrutura. Atingem suas máximas em dólar, mas não em Bitcoin. E com cada forte alta do Bitcoin, a lacuna no topo fica cada vez mais alta.

Para Wareing, o preço atual da LINK em dólar coloca a criptomoeda em promoção. Isso porque para voltar a sua máxima em Bitcoin, ela teria que atingir US$ 70 – cerca de R$ 350 na cotação atual.

Isso significa um upside de mais de 150% de alta. E isso apenas para recuperar seu nível anterior em Bitcoin, assumindo que o Bitcoin permaneça em torno de seu nível de preço atual.

Leia também: Bitcoin pode chegar a R$ 500.000 em 2021, diz bilionário

Leia também: Lesados pela Atlas Quantum oferecem 10 Bitcoins para reunir com CEO

Leia também: Empresas brasileiras podem comprar Bitcoin como a Tesla, afirmam especialistas

Forex Crypto News: Cripto Facil