CEO da Ripple pede que funcionários do Brasil trabalhem em casa

CEO da Ripple pede que funcionários do Brasil trabalhem em casa

O CEO da Ripple, Brad Garlinghouse, por meio de uma publicação no twitter, pediu aos funcionários da Ripple, que atuam no Brasil e em toda a América Latina que realizem trabalho remoto e fiquem em casa para evitar o contágio e disseminação do Coronavírus. Esta foi a primeira vez que o CEO se pronunciou sobre o assunto desde que a pandemia “saiu” da China e ganhou o mundo.

“Como muitas empresas, a maior prioridade da Ripple é o bem-estar da equipe da Ripple. À medida que o COVID-19 se desenvolveu nos últimos meses, a equipe global fez a transição para o trabalho remoto, com o objetivo de permanecer seguro, continuando a dar suporte aos nossos clientes.”

Quanto às consequências econômicas do vírus, Garlinghouse espera que os mercados se recuperem:

“Nossa economia global está em águas desconhecidas, mas o que aprendi da história: os mercados são extremamente resilientes”, declarou.

No momento da redação deste artigo, assim como a maioria do mercado de criptomoedas, o XRP, criptomoeda que tem seu desenvolvimento controlado pela Ripple, vê uma valorização de mais de 15% depois de uma grande baixa marcada pelas incertezas com relação ao avanço do Coronavírus no mundo.

Leia também: URGENTE: STJ aceita libertar líderes da Unick sem fiança por conta do Coronavírus

Forex Crypto News: Cripto Facil