CEO da Ripple explica detalhes sobre o processo da SEC

CEO da Ripple explica detalhes sobre o processo da SEC

O CEO da Ripple, Brad Garlinghouse, voltou a falar do polêmico processo contra a empresa. Por meio do Twitter, ele admitiu que não teve sucesso em resolver o caso.

No entanto, ele atacou a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês). Para Garlinghouse, a SEC promove um “caos regulatório” no mercado de criptomoedas.

“Não vou litigar as alegações não comprovadas da SEC no Twitter. Como você pode imaginar, há novas considerações sobre o que pode ou deve ser dito publicamente após o início do processo de litígio. No entanto, gostaria de abordar cinco questões principais”, disse.

CEO esclarece dúvidas sobre o caso

Em uma série de 10 mensagens, Garlinghouse utilizou o Twitter para se justificar com os investidores da empresa.

A primeira delas foi sobre o motivo da Ripple não ter feito um acordo com a SEC. Essa atitude poderia ter diminuído o impacto do processo sobre a empresa.

“Tentamos — e continuaremos tentando com a nova administração – resolver isso de uma maneira que a comunidade XRP possa continuar inovando, os consumidores sejam protegidos e os mercados ordenados sejam preservados”, disse.

Outra questão polêmica foi a respeito da listagem do XRP nas exchanges. No passado a Ripple foi acusada de pagar essas empresas para listarem o token. A acusação foi negada pelo CEO.

“O XRP é uma das criptomoedas mais líquidas globalmente. Cerca de 95% (do volume) é negociado fora dos EUA. Ripple não tem controle sobre onde XRP está listado, quem o possui, etc. É de código aberto e descentralizado”, disse.

Por fim, Garlinghouse voltou a criticar a postura da SEC. Ele disse que o órgão fez o mercado sair da “incerteza” para o “caos regulatório”.

“Mudamos da falta de clareza regulatória para o caos regulatório nos Estados Unidos. É por isso que a regulamentação por imposição é uma política pública tão ruim. Com a nova administração, esperamos que #DCEA seja reintroduzida – uma legislação de senso comum fornecendo clareza para toda a indústria”, disse.

Ripple busca Suprema Corte

Como ressaltado por Garlinghouse, a Ripple aparentemente não tem planos de fechar um acordo com a SEC.  A empresa espera levar o caso até a Suprema Corte, instância final da justiça norte-americana.

No entanto, essa pode ser uma péssima estratégia. O advogado Stephen Palley disse que a melhor saída seria um acordo.

“Para que o XRP sobreviva, a Ripple precisa fechar um acordo com a SEC e não persistir na ilusão risível de sucesso final na Suprema Corte dos EUA e substituir o Teste de Ripple pelo Teste de Howey. Existem 600 milhões de razões pelas quais estou certo. Se eles se preocupam com os seus holders, esse é o caminho”, disse Palley.

Leia também: Bitcoin pode sofrer correção e cair a R$ 110.000, afirma Mercado Bitcoin

Leia também: Alt season? NANO dispara 345% em 7 dias

Leia também: Malware roubou criptomoedas por 1 ano sem ser detectado

Forex Crypto News: Cripto Facil