CEO da Kraken explica por que Ethereum caiu para US$ 700 e defende exchange

CEO da Kraken explica por que Ethereum caiu para US$ 700 e defende exchange

Após o preço do Ethereum (ETH) despencar de US$ 1.600 para US$ 700 na exchange de criptomoedas Kraken na segunda-feira (22), o CEO da plataforma se pronunciou.

Após inúmeras reclamações de usuários e acusações de falhas da plataforma, Jesse Powell, saiu em defesa da Kraken.

À Bloomberg Television, ele explicou que a empresa ainda está investigando o que aconteceu, de fato. Mas antecipou que a queda de mais de 50% no preço da segunda maior criptomoeda do mercado não é culpa da exchange ou resultado de uma falha:

“Estamos investigando”, disse Jesse Powell. “Mas não parece haver qualquer evidência de mau funcionamento do motor de negociação. Parece que as negociações foram processadas com precisão”.

Especificamente, Powell disse que o movimento pode ter sido causado por vendas extremas. Nesse sentido, ele não descarta a possibilidade de uma única baleia ter decido se desfazer “das economias de sua vida”.

Powell garante que Kraken não falhou

As satisfações do CEO da Kraken sobre o suposto mal funcionamento da plataforma vieram em resposta ao analista de dados da Coin Metrics, Kevin Lu.

Em seu perfil no Twitter, Lu disse que o mecanismo de negociação da Kraken estava com “defeito”.

Em resposta, Powell disse:

“Oi Kevin, sou fã do Coin Metrics, mas você não acha que é irresponsável fazer declarações enganosas, depreciativas e caluniosas com base em suas próprias especulações, sem qualquer informação direta? Tenho certeza de que você pode pensar em uma alternativa plausível. Espero que você emita uma correção.”

Fonte: Twitter/Kevin Lu
Fonte: Twitter/Kevin Lu

A um outro usuário, que reclamava sobre a queda da Ether na plataforma, o executivo alertou que o trabalho da exchange é proteger os fundos e não dizer como negociar.

Além disso, alertou que a negociação com alavancagem apresenta riscos:

“Por favor, não opere com alavancagem se você não entende os riscos”, completou.

Exchange não vai reverter negociações

Por fim, à Bloomberg, Powell disse que a exchange não deve reverter as negociações. No entanto, ele deixou espaço para algum tipo de compensação aos clientes afetados pelos movimentos dramáticos.

“Podemos acabar fazendo algo por essas pessoas. Estamos investigando isso ”, disse ele.

Leia também: Fim do FUD: Tether movimenta R$ 1,6 bilhão em USDT nesta terça

Leia também: Lark Davis recomenda tokens DeFi que podem saltar 10.000%

Leia também: Analista indica 4 criptomoedas para comprar na queda

Forex Crypto News: Cripto Facil