Caixa TEM vira conta digital para população baixa renda

Caixa TEM vira conta digital para população baixa renda

O pagamento do auxílio-emergencial é feito pelo governo através do aplicativo Caixa TEM.

Na plataforma da Caixa, é possível utilizar o dinheiro para pagar boletos ou fazer transferências para outras contas.

Assim, o aplicativo utilizado na situação de emergência provocada pela Covid-19 se tornou um concorrente para os bancos digitais.

Caixa TEM cresce na pandemia e concorre dos bancos digitais

Os bancos digitais – Nubank, Banco Inter e os outros – são acessíveis para as pessoas acostumadas com a tecnologia.

No entanto, é necessário considerar que parte da população brasileira não tem facilidade para utilizar aplicativos financeiros.

Por isso, um aplicativo criado pelo banco mais popular do país tende a receber a atenção da população de baixa renda, que já está acostumada a recorrer para a Caixa para resolver vários assuntos bancários.

Além disso, o pagamento do auxílio-emergencial criou a necessidade de uma solução de pagamentos ampla e generalizada.

Desse modo, por meio do Caixa TEM, o governo resolveu o problema do pagamento do auxílio e criou uma oportunidade de negócio; mais de 65 milhões de brasileiros estão recebendo o benefício e, portanto, utilizam o aplicativo da Caixa.

Caso o governo tenha sucesso em converter parte dessa base de usuários em clientes efetivos, ele terá um concorrente de peso ao Nubank, por exemplo, que possui 25 milhões de clientes.

Aplicativo da Caixa e polêmicas

Apesar da popularidade “forçada”, o aplicativo Caixa TEM é alvo de polêmicas desde que foi colocado a serviço do auxílio-emergencial.

Isso ocorreu porque o aplicativo não foi capaz de lidar com a demanda dos usuários nas épocas de pagamento do benefício.

Além disso, o governo bloqueia a transferência do dinheiro depositado aos beneficiários do programa por aproximadamente 30 dias; apenas após esse período, o usuário consegue transferir ou sacar o auxílio.

Contudo, a Caixa melhorou a experiência dos usuários do aplicativo no decorrer dos últimos meses.

Atualmente, os relatos de problemas na utilização do Caixa TEM diminuíram em relação ao início da pandemia.

Sucesso do Caixa TEM pode motivar IPO

Paulo Guedes, Ministro da Economia, falou sobre o Caixa TEM em um evento recente:

“Nós digitalizamos 64 milhões de pessoas. Quanto vale um banco com 64 milhões de pessoas? Pessoas de baixa renda, bancarizadas pela primeiríssima vez, então elas vão ser leais pelos restos de suas vidas […] Estamos planejando um IPO desse banco digital que nós produzimos em menos de seis meses.”

Dessa maneira, é possível que o Caixa TEM se transforme numa opção de investimentos na bolsa de valores.

No entanto, para que isso seja colocado em prática, é necessário transformar o Caixa TEM em uma empresa independente da Caixa Econômica Federal.

Vale lembrar que a Caixa é uma empresa pública e, por esse motivo, não possui capital aberto na B3 Bovespa.

Leia também: Famoso youtuber ironiza vendedores de cursos de day trade

Leia também: Emissores de moeda digital deverão se registrar no Banco Central do Brasil

Leia também: Blockchain pode encerrar declaração do imposto de renda

Forex Crypto News: Cripto Facil