Brasileiros movimentaram R$ 100 bilhões em criptomoedas, revela Receita Federal

Brasileiros movimentaram R$ 100 bilhões em criptomoedas, revela Receita Federal

Nos últimos 12 meses os contribuintes declararam à Receita Federal (RFB) mais R$ 100 bilhões em operações com com criptomoedas.

O Bitcoin continua sendo o criptoativo mais popular, respondendo por R$ 44 bilhões das movimentação. Em seguida, vem o XRP com R$ 42,8 bilhões e o USDT com R$ 9,8 bilhões.

Criptomoedas superaram operações de câmbio e exportações de ouro

Conforme noticiou o G1 em 2 de outubro, o levantamento da RFB vai de agosto de 2019 a julho de 2020. 

São obrigados a declarar à Receita, pessoas físicas ou jurídicas domiciliadas no Brasil que movimentem mais de R$ 30 mil com criptomoedas em um mês, além das exchanges.

Ao todo, nesse período, foram comunicados à Receita exatos R$ 101,563 bilhões. A título de comparação, esse valor corresponde a cerca de 1% das operações de câmbio em moeda estrangeira registradas em 2019, segundo o Banco Central.

Além disso, as operações com criptomoedas superaram com folga as exportações de ouro pelo Brasil no ano passado. O valor total em exportações do minério foi cerca de R$ 20 bilhões, de acordo com o Ministério da Economia.

Perfil do mercado

A RFB também informou no levantamento o volume de operações feitas por pessoas físicas e jurídicas.

Além disso, fez um recorte de operações feitas por homens e mulheres e apontou as criptomoedas mais populares.

Nos 12 meses, as criptomoedas mais movimentadas foram Bitcoin, XRP e Tether. Juntas, elas respondem por mais de 90% de todo o valor movimentado no período.

Criptomoedas
Criptomoedas

De acordo com a Receita, do total de R$ 101,563 bilhões, R$ 48,762 bilhões foram movimentados por meio de exchanges no exterior.

Outros R$ 15,618 bilhões foram movimentados diretamente entre contribuintes. Ou seja, sem intermediários.

O levantamento também mostrou que os homens respondem pela maioria das operações feitas por pessoas físicas. Do total de cada mês, homens declararam entre 82,01% e 92,84% das operações e as mulheres declararam apenas entre 7,17% e 17,99%.

Julho de 2020 com maior volume

O mês de julho de 2020 foi o que apresentou o maior volume de movimentações com criptomoedas dos 12 meses.

Segundo a Receita, foram registrados no referido mês R$ 14,877 bilhões em operações com criptomoedas. Em junho, por exemplo, haviam sido declarados R$ 7,832 bilhões.

Leia também: Veterano prevê Bitcoin a R$ 250 mil daqui 2 anos

Leia também: John McAfee é preso por ganhar R$ 126 milhões com ICOs

Leia também: Receita Federal deve informar impacto do CNAE das exchanges brasileiras

Forex Crypto News: Cripto Facil