Boletins da CVM destacam efeitos do coronavírus no mercado

Boletins da CVM destacam efeitos do coronavírus no mercado

A nova edição do Boletim de Risco da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) destaca os primeiros efeitos do estresse de mercado desencadeado pelo agravamento da epidemia de COVID-19 (Coronavírus).

Produzido pela Assessoria de Análise Econômica e Gestão de Riscos (ASA), o Boletim de Risco apresenta, mensalmente, os indicadores de risco dos mercados de capitais de economias avançadas e emergentes, especialmente no Brasil. A edição divulgada possui dados computados até 29 de fevereiro.

Investidores se mantêm famintos em tempos de incerteza

A análise macro da CVM mostra o apetite dos investidores em tempos de incerteza nos mercados de investimento e fornece um panorama importante para investidores do mercado de capitais. Tal panorama pode ser muito útil aos investidores de criptomoedas, tendo em vista que, apesar de não correlacionados, os mercados tradicionais e de criptoativos foram igualmente afetados pelo avanço da pandemia.

Bruno Luna, Chefe da ASA, falou sobre as conclusões do boletim:

“Os indicadores de risco de mercado e de liquidez demonstram alta e a expectativa é de que se mantenha esse mesmo comportamento em todos os indicadores na próxima edição, exceto no de apetite por risco. Para esse, é esperado movimento oposto.”

Segundo a CVM, a forte desalavancagem observada nos últimos dois meses é destaque, com a queda no valor nacional de derivativos negociados na B3. Também é possível notar que as projeções econômicas ainda não mostraram alterações que incorporem plenamente os efeitos do agravamento do estresse de mercado e da série de medidas emergenciais anunciadas no Brasil e no restante do mundo por conta do novo coronavírus.

É possível verificar o relatório em sua integralidade clicando aqui.

Leia também: Coronavírus faz disparar número de novos usuários em exchanges de Bitcoin

Forex Crypto News: Cripto Facil