BitMEX paralisa negociações temporariamente e usuários alegam despreparo

BitMEX paralisa negociações temporariamente e usuários alegam despreparo

Na madrugada do dia 13 de março, a BitMEX iniciou uma manutenção por conta de “problemas no hardware”, paralisando os serviços da plataforma por quase uma hora.

Nos comentários da publicação feita no Twitter, bem como em diversas outras publicações da rede social, usuários acusaram a exchange de paralisar propositalmente as negociações. Além disso, a plataforma foi acusada de estar despreparada para operar em momentos mais tensos do mercado.

Teorias sobre a paralisação

O trader conhecido no Twitter como BitBit comentou sobre a paralisação da BitMEX, conforme o tuíte abaixo:

“Caras, relaxem. Isso é temporário. Tudo. O vírus, as ações, Bitcoin. Nós superaremos isso. E uma coisa é certa agora: a BitMEX f***u com tudo, ela está com os dias contados. Eles não podem representar a linha de frente do mercado.”

BitBit ainda afirmou que estava operando na BitMEX momentos antes da paralisação, afirmando que a situação estava caótica. A ferramenta de liquidação não estava funcionando e o Bitcoin estava caminhando para zero e, ao descobrir o problema, a plataforma iniciou a manutenção afirmando problemas no hardware.

Sam Bankman-Fried, CEO da plataforma de derivativos FTX e da empresa de pesquisa em blockchain Alameda Research, iniciou uma sequência de publicações em seu Twitter com a seguinte passagem:

“Teoria insana do dia: não houve problema de hardware na BitMEX.”

Ele aponta como evidência dois pontos: o primeiro condiz com a narrativa de BitBit, sobre a ferramenta de liquidação estar lenta demais; o segundo diz que, logo após a BitMEX ficar fora do ar, o mercado se recuperou.

Bankman-Fried então afirma durante sua série de publicações que a quantidade de liquidações estava superando o livro de ordens da exchange:

“Se a razão entre liquidações iniciadas pela movimentação do dólar/liquidez por dólar ficar acima de 1, estamos todos fo***os. Por que? Porque havia uma liquidação de US$ 10 milhões, que move o valor do Bitcoin para baixo em proporção X, suficiente para iniciar uma liquidação maior que US$ 10 milhões. Então há um loop de feedback positivo, e a BitMEX liquidou seu livro de ordens para zero.”

Ele afirma ainda que isso poderia levar o valor do BTC a zero, pois as ordens de liquidez começariam a ser cada vez mais baixas – antes da manutenção, as ordens chegaram a US$ 3.700,00. O CEO da FTX ainda aponta que a Deribit entrou em manutenção mais ou menos no mesmo horário, levando a crer que a manutenção foi uma espécie de circuit breaker forçado do mercado de criptomoedas.

A BitMEX respondeu às publicações de Bankman-Fried, afirmando em uma das respostas:

“Não há razão plausível para a uma plataforma como a BitMEX – que já opera a mais de cinco anos no mercado – se rebaixar ao ponto que você expôs para evitar uma situação para a qual ela já está preparada.”

Mesmo com a resposta, os comentários feitos na publicação da BitMEX sobre a manutenção, bem como em publicações que falam sobre a teoria de circuit breaker forçado, se dão no sentido de que a paralisação foi apenas para interromper as liquidações em massa.

Leia também: CEO da Bitmex faz nova previsão para o Bitcoin

Forex Crypto News: Cripto Facil