BitMEX banida? Exchange é processada por regulador dos EUA

Nesta quinta-feira (1), a Comissão de Negociação de Contratos Futuros de Commodities dos Estados Unidos (CFTC, na sigla em inglês) anunciou que está processando a BitMEX.

O motivo, segundo a CFTC, é a falha em conter crimes de lavagem de dinheiro.

Como uma das consequências, caso a BitMEX seja condenada, é o banimento da plataforma nos EUA.

BitMEX pode ser banida dos EUA

A BitMEX é uma das exchanges mais populares do ramo de criptomoedas.

A plataforma se destaca pelos seus serviços de contratos futuros, sendo mundialmente reconhecida.

Aparentemente, a CFTC também tem acompanhado a BitMEX. Na notícia, o órgão regulador anunciou que está processando os três fundadores da exchange.

Arthur Hayes, Ben Delo e Samuel Reed figuram como réus. O chefe de novos negócios, Gregory Dwyer, também está listado como réu.

Além disso, as cinco plataformas que fazem parte do conglomerado também foram incluídas no processo.

Segundo a CFTC, a BitMEX já lucrou mais de US$ 1 bilhão (quase R$ 6 bilhões) em taxas. Embora a sede da exchange seja em Seychelles, a CFTC afirma que fundos de estadunidenses foram aceitos.

O comissário Heath Tarbert se pronunciou, chamando a BitMEX de “agente ruim” para a economia. Tarbert ainda afirmou:

“Para que os Estados Unidos sejam líderes da esfera, é imperativo que nós retiremos toda a atividade ilegal como as que são apontadas nesse caso. Produtos financeiros novos e inovadores podem florescer, mas apenas se há integridade no mercado. Nós não podemos deixar que agentes ruins descumpram a lei e ganhem vantagens sobre outras exchanges que estão fazer a coisa certa ao cumprir com nossas regras.”

Ainda conforme noticiado, os sócios da BitMEX responderão por supostamente romper o Ato de Segredo Bancário e por conspirar para violar a mesma lei.

Dentre as penas previstas estão devolução de ganhos, multa civil e restituição de perdas de clientes. O banimento permanente de registro de empresas também está listado como punição.

Uma ordem de suspensão foi emitida em um processo secundário, que correrá de forma independente, informou a Reuters.

BitMEX tenta reduzir danos

Após receber a notícia sobre o processo, a BitMEX começou a exibir um aviso em sua página inicial.

A exchange afirma que clientes de “áreas restritas” não devem usar seus serviços. Além disso, ela se reserva ao direito de encerrar as contas dessas jurisdições sem aviso prévio.

Imagem do aviso exibido nas jurisdições onde a BitMEX é proibida
Imagem do aviso exibido nas jurisdições onde a BitMEX é proibida

Leia também: Como comprar criptomoedas? Aprenda tudo que você precisa com esse guia

Leia também: Hora de comprar Bitcoin? Real é a pior moeda do ano, segundo estudo

Leia também: Venezuela terá uma “exchange descentralizada” do governo

Forex Crypto News: Cripto Facil