Bitcoin sente queda do dólar enquanto Ibovespa se aproxima de 100 mil pontos

Bitcoin sente queda do dólar enquanto Ibovespa se aproxima de 100 mil pontos

Aos poucos, o mercado financeiro vai recuperando as perdas do início da pandemia de Covid-19. Apesar do número de casos e mortes seguir crescendo, os mercados estão mais otimistas.

Na segunda-feira, 08 de junho, os principais índices dos Estados Unidos fecharam o dia positivos. O Dow Jones subiu 1,7%, para 27.572,44 pontos. Os maiores destaques, no entanto, ocorreram no S&P 500 e no Nasdaq.

O S&P 500 teve alta de 1,20%, para 3.232,39 pontos. Com isso, o índice praticamente recuperou as perdas sofridas desde março, auge da crise financeira. Agora, ele apresenta uma leve alta de 0,3% no ano.

Já o índice de tecnologia saiu ainda mais fortalecido. Com 1,13% de alta e 9.924,75 pontos, o Nasdaq alcançou sua máxima histórica, praticamente ignorando a crise.

Ibovespa se aproxima dos 100 mil pontos

O otimismo do exterior também refletiu na bolsa brasileira, embora com impacto menor. O Ibovespa teve uma alta expressiva de 3,18% na segunda-feira, fechando em 97.644,67 pontos. O movimento marca a continuação de uma semana que foi positiva para a bolsa local.

Quem também se valorizou foi a moeda brasileira. O dólar registrou queda de 2,66% e fechou a R$ 4,85. Com a recente valorização, o real perdeu o posto de moeda que mais perdeu valor em 2020, embora continue com uma expressiva queda de mais de 20%.

O otimismo com a reabertura da economia e a diminuição dos efeitos da pandemia nas maiores economias do mundo contribuiu para o aumento do apetite dos investidores. Adicionalmente, os dados de desemprego nos EUA foram mais positivos do que o mercado previa. Foram criados 2,5 milhões de empregos em maio, número muito superior ao estimado – o mercado previa perda de 9 milhões de postos de trabalho.

Bitcoin sobe em dólar, mas desvaloriza em real

O Bitcoin experimentou um comportamento ambíguo. Por um lado, o preço em dólar volta a se aproximar da marca dos US$ 10.000,00, sendo cotado a US$ 9.723,00. Além do aumento do apetite de risco, fundos como a Grayscale contribuíram para a manutenção do interesse pelo criptoativo.

Por outro lado, a queda no preço do dólar influenciou a cotação em reais. Até o momento, o preço do Bitcoin está em R$ 47.330,12, depois de ter atingido os R$ 55.000,00 no dia 01 de junho.

Leia também: Grayscale explica porque comprou mais de R$ 20 bilhões em Bitcoin

Leia também: BBC classifica o Bitcoin como “hábito nocivo ao planeta”

Leia também: Bitcoin declina para os R$ 47.000 durante queda do dólar

Forex Crypto News: Cripto Facil