Bitcoin salta quase 8% após Fed anunciar impressão de dólares infinitos

Bitcoin salta quase 8% após Fed anunciar impressão de dólares infinitos

O Tesouro dos Estados Unidos (Fed) anunciou nesta segunda-feira, 23 de março, uma nova lista de incentivos como parte de seu programa de flexibilização quantitativa – uma ferramenta de afrouxamento monetário para tempos de crise.

Dentre os incentivos estão injeção ilimitada de dólares (antes limitada a US$ 700 bilhões) e a compra de qualquer título de crédito.

Positivo para o Bitcoin

O anúncio pegou muitos de surpresa, inclusive os investidores de Bitcoin. O Fed afirmou que comprará títulos lastreados por hipotecas, representando uma expansão para o ramo imobiliário feita pelo banco central dos EUA durante este período de crise.

Os ativos serão comprados em quantidades “necessárias para apoiar o funcionamento do mercado e a efetiva transmissão de políticas monetárias para condições financeiras mais amplas”, de acordo com o Fed.

No Twitter, o investidor e ferrenho defensor do Bitcoin, Anthony Pompliano, veiculou a notícia logo após a mesma ser anunciada por grandes portais:

“Lembram do programa de US$ 700 bilhões que o Fed anunciou para comprar tesouros e títulos lastreados por hipoteca no último domingo?
Lembram como isso deveria ser uma GRANDE solução?
Bom, eles acabaram de anunciar que estão aumentando estes US$ 700 bilhões para algo “ilimitado”, e comprarão quaisquer tipos de título agora.”

Um dos seguidores de Pomp, como Pompliano é conhecido, comentou “inacreditável”. Pomp então respondeu:

“Eu não acredito que eles tenham escolha. É por isso que toda essa situação é surreal. O Fed está fazendo exatamente o que precisa fazer, mas a ajuda de curto prazo mascara as terríveis decisões para o longo prazo feitas agora.”

Momentos antes do anúncio, segundo dados da ferramenta Coinmarketcap, o Bitcoin estava cotado a US$ 5.854,51. Após o anúncio, o BTC saltou para US$ 6.312,76, um avanço de quase 8% – mais precisamente, 7,82%.

No momento da escrita desta matéria, o Bitcoin está cotado a US$ 6.305,31, um avanço de 4,30% nas últimas 24 horas. O anúncio fez com que o Bitcoin tocasse pela primeira vez a zona dos US$ 6.000 nesta segunda-feira.

Leia também: Correlação entre Bitcoin e bolsa dos EUA atinge maior nível em toda a história

Forex Crypto News: Cripto Facil