Bitcoin retorna aos R$ 201.000 enquanto Dogecoin salta 63%

Bitcoin retorna aos R$ 201.000 enquanto Dogecoin salta 63%

O mercado de Bitcoin (BTC) nesta quinta-feira (4) voltou a níveis há muito tempo não vistos.

De volta aos R$ 201.000, o BTC conseguiu recuperar o espaço perdido recentemente em meio à lateralização.

Enquanto isso, a Dogecoin disparou 63% impulsionado por um velho conhecido: Elon Musk.

Preço do Bitcoin hoje

De acordo com dados obtidos pela ferramenta WorldCoinIndex, o BTC avançou 4,96% nas últimas 24 horas contadas da escrita desta matéria. A cotação do BTC hoje é R$ 201.477,19.

Durante a noite de quarta-feira (3), o BTC registrou a máxima de R$ 206.618,65. A mínima intradia de R$ 192.008,17 foi vista na manhã do mesmo dia.

Segundo dados do IntoTheBlock, os endereços de Bitcoin lucrando com o preço atual ainda representam 95%. Dos 5% dos endereços restantes, cerca de 3% estão “no zero”, enquanto os outros 2% estão no prejuízo.

Com a retomada dos R$ 200 mil, os principais indicadores da criptomoeda voltaram a apontar um futuro positivo. Dos quatro medidores, dois apontam para a neutralidade, enquanto os dois restantes indicam otimismo.

Quanto ao volume de troca do BTC, cerca de R$ 384,2 bilhões foram movimentados nas últimas 24 horas.

Por fim, o gráfico do Bitcoin referente às últimas 24 horas pode ser visto abaixo:

Gráfico com as variações de preço do Bitcoin nas últimas 24 horas
Gráfico com as variações de preço do Bitcoin nas últimas 24 horas. Fonte: WorldCoinIndex

Dogecoin dispara

A Dogecoin disparou mais de 60% impulsionada por Elon Musk. Em uma série de publicações, Musk termina dizendo que a Dogecoin é a “criptomoeda do povo”.

Polkadot, Ethereum e XRP também valorizaram, exibindo respectivos avanços de 11,25%, 3,53% e 1,97%.

No top 20, a Doge não foi a única com uma expressiva valorização. A Aave, impulsionada pela aceitação no Travala por meio do Binance Pay, disparou 35%.

Até o fechamento desta matéria, o valor total do mercado de criptoativos era de R$ 6,065 trilhões, cerca de R$ 245 bilhões a mais que ontem. A dominância do BTC está em 61,9%.

Por fim, a cotação do dólar utilizada para converter os valores foi de R$ 5,35.

Leia também: É dada a largada para os Resultados do 4T20 na Bolsa: veja calendário

Leia também: Instituições compraram Bitcoin de baleias “mão de alface” em 2020

Leia também: Sobe ou desce? Ethereum dispara e rompe máxima histórica

Forex Crypto News: Cripto Facil