Bitcoin não sofrerá impacto com eleições dos EUA, afirma analista

Bitcoin não sofrerá impacto com eleições dos EUA, afirma analista

O preço do Bitcoin disparou, subindo mais de 10% com a apuração das urnas na eleição presidencial dos Estados Unidos.

Assim, enquanto Trump e Biden brigam nas urnas e na justiça para saber quem será o novo presidente do EUA, o clima de “turbulência” do pleito vem fazendo o BTC disparar.

Nesta linha, o popular analista de criptoativos Nicholas Merten acredita que o Bitcoin (BTC) não será afetado negativamente pela eleição presidencial nos Estados Unidos.

Por outro lado, ele observa que mercado de ações pode implodir.

BTC não será afetado

Em um novo episódio do DataDash, Merten observa que o Bitcoin viu o mesmo tipo de ação de preço na noite da eleição como nos dias e semanas anteriores.

“Isso joga com a nossa teoria que propusemos – que o Bitcoin não será realmente afetado negativamente de qualquer maneira. Nenhum candidato realmente oferece um benefício tão dramático ou negativo para criptomoedas como uma classe de ativos”, afirmou.

Porém, para o analista, o mesmo não ocorre no mercado de ações.

“O mercado de ações dos EUA, no entanto, pode ser uma história diferente. Os resultados das eleições em vários estados provavelmente serão contestados pelo presidente Donald Trump. O mercado de ações não gosta da incerteza de uma eleição contestada”, observa Merten.

Além disso, segundo ele, também parece cada vez mais provável que o Congresso se divida mais uma vez. Dessa forma, deixando os EUA à mercê de um possível impasse legislativo.

Merten também observou que o mercado de ações dos EUA ainda se recupera do impacto financeiro devastador da pandemia. Agora, quer ver uma legislação de estímulo.

Entretanto, uma divisão do Congresso significa que a legislação tem muito menos probabilidade de ser aprovada.

Eleição contestada

O analista diz que a combinação dupla de uma eleição contestada e um futuro impasse legislativo pode ser igual a um “cenário de desastre” para as ações nos Estados Unidos.

Por outro lado, alguns analistas de criptomoedas acham que a eleição provavelmente será boa para o Bitcoin, independentemente de quem vença.

Ryan Watkins, analista de pesquisa sênior da empresa da Messari, diz que os dados indicam que as eleições presidenciais são a principal causa das corridas em alta do Bitcoin.

Leia também: Traders que apostaram na queda do Bitcoin perdem R$ 345 milhões

Leia também: Usuários sacam R$ 5 bilhões em Bitcoin da Binance em um dia

Leia também: Investir em Bitcoin é fácil se você aprender aqui

Forex Crypto News: Cripto Facil