Bitcoin está acima de US$ 10 mil há mais de 2 meses

Bitcoin está acima de US$ 10 mil há mais de 2 meses

Mesmo em um setembro fraco, o preço do Bitcoin estabeleceu mais um recorde. Ele atingiu 63 fechamentos diários consecutivos acima da faixa dos US$ 10 mil.

O preço do BTC fechou o final de semana cotado a US$ 10.793 (R$ 59.361). No momento da escrita desta matéria, ele está em US$ 10.873 (R$ 60.132), uma alta de 2,42%.

De acordo com dados de mercado agregados pela Messari, a atual contagem se iniciou em 28 de agosto. Naquela ocasião, o preço fechou em US$ 11.525.

O recorde anterior de preço acima dos US$ 10 mil foi de 62 dias. Ele ocorreu entre 1º de dezembro de 2017 a 31 de janeiro de 2018, quando o BTC atingiu sua alta histórica.

No meio daquele período, o preço atingiu US$ 19.900 (R$ 69 mil) na exchange Coinbase. O período foi bastante atípico, com o preço do Bitcoin disparando quase 100% em apenas duas semanas.

Bitcoin
Bitcoin

Recorde em meio à baixa volatilidade

O atual período estabelece um recorde em meio a uma certa calmaria. O preço do Bitcoin tem oscilado entre a faixa de US$ 10 mil e US$ 12.500.

O nível de US$ 12 mil tem sido uma grande resistência para o criptoativo.

De acordo com a CoinMetrics, a volatilidade dos retornos de 180 dias para o Bitcoin teve uma forte queda de 41% em setembro.

Isso também ocorreu nos últimos meses. Antes da forte alta do mês de julho, o preço do Bitcoin entrou em uma forte lateralização entre os US$ 9 mil e US$ 9.500.

No entanto, esse cenário não ocorreu sem sustos. O mês de setembro começou com fortes quedas, fazendo o preço do Bitcoin perder o suporte dos US$ 10 mil por alguns momentos.

Historicamente, o mês atual não costuma ser positivo no mercado. Um relatório da exchange Kraken aponta que setembro costuma apresentar retornos mensais abaixo de -7%.

A exchange considera setembro o “pior mês para o Bitcoin”.

No entanto, este mês tem se mostrado diferente. Até o momento, o Bitcoin apresenta uma variação positiva de 5,17%, de acordo com o TradingView.

Leia também: Tá acabando: apenas 11% do Bitcoin resta a ser minerado

Leia também: Trader prevê Bitcoin a R$ 300 mil em 2021 e levanta polêmica

Leia também: ETF de Bitcoin será aprovado e fará mercado crescer, afirma famoso empresário

Forex Crypto News: Cripto Facil