Bitcoin bate mais um recorde de preço semanal

Bitcoin bate mais um recorde de preço semanal

O preço do Bitcoin (BTC) fechou a semana passada com o terceiro maior preço da sua história.

A criptomoeda terminou o domingo (8) cotada a US$ 15.450 (R$ 81.025).

Um dos maiores fechamentos da história

O preço do Bitcoin vem experimentando uma valorização intensa há cerca de um mês.

No caso, chama a atenção que o Bitcoin tenha valorizado em um período especialmente conturbado da história recente.

Dessa maneira, o mercado ficou receoso com a demora no resultado das eleições presidenciais estadunidenses.

Além disso, os investidores também continuam de olho na segunda onda da Covid-19 na Europa e nos Estados Unidos.

De todo modo, ambos os eventos não impediram o BTC de alcançar a marca dos atuais US$ 15.640 (R$ 82.319).

BTC/USD
BTC/USD

Alguns especialistas acreditam que o preço do Bitcoin não encontrará resistência até alcançar o seu maior valor histórico, conforme noticiado pelo Criptofácil.

Isso significa que o Bitcoin pode alcançar os US$ 20 mil (R$ 105.268) nos próximos meses, caso a tendência de valorização continue.

Apesar disso, um fator local deve ser levado em conta pelos investidores brasileiros: a cotação do dólar.

Dólar despenca e passa a afetar o preço do Bitcoin

O preço do Bitcoin conseguiu resistir à desvalorização do dólar na semana passada.

No entanto, o dólar continuou caindo e já está cotado a R$ 5,22 no momento da escrita desta matéria.

Vale ressaltar que a moeda estadunidense chegou a valer R$ 5,76 há poucos dias.

Por conta disso, o preço do Bitcoin em reais começou a sentir o impacto da desvalorização do dólar, tendo em vista que as criptomoedas são cotadas pelo mercado global em dólares.

Logo, é possível que a cotação do Bitcoin no Brasil esteja sendo desfavorecida pelo câmbio do dólar.

Atualmente, a cotação do Bitcoin está caindo 2% em reais, , enquanto a cotação da criptomoeda em dólares está valorizando 0,33%, de acordo com os dados do TradingView.

Leia também: BTC chegará aos R$ 500 mil em 2021, afirma famoso analista

Leia também: Lenda de Wall Street mostra motivos para investir em Bitcoin

Leia também: Bitcoin contraria fama e é menos volátil que Apple e Tesla em outubro

Forex Crypto News: Cripto Facil