Bitcoin avança em 4 dias mais da metade da valorização de janeiro

Bitcoin avança em 4 dias mais da metade da valorização de janeiro

O Bitcoin (BTC) valorizou 19% no mês de janeiro, mantendo sua disparada iniciada em novembro de 2020.

Fevereiro, tido como um mês ruim para o Bitcoin, por enquanto tem se mostrado forte. Nos primeiros 4 dias, o BTC saltou 13%.

A valorização já é superior à metade da valorização exibida em janeiro. Entusiastas estão otimistas em “reescrever a história do Bitcoin”.

Fevereiro acelerado?

No momento da escrita desta matéria, o BTC está cotado a R$ 204.292,62. Comparada aos R$ 180.338,68 de 1º de fevereiro, trata-se de um salto de 13%.

Gráfico com a variação de preço do Bitcoin nos últimos quatro dias
Gráfico com a variação de preço do Bitcoin nos últimos quatro dias. Fonte: CoinMarketCap

O BTC não foi o único a disparar no mesmo período. O Ethereum, no mesmo período, saltou 25% — saindo de R$ 7.154,92 para R$ 8.955,58.

Outros exemplos são Dogecoin, Aave e Uniswap, que acumulam respectivas valorizações de 32%, 65% e 19%.

Fevereiro, desta forma, parece estar promissor em termos de valorizações. Entusiastas no Twitter notaram o aumento nos números e comentaram.

O perfil Ledger Status, que geralmente comenta sobre Ethereum e altcoins DeFi, falou sobre os meses:

“Na escala de ‘janeiro foi insano’, estamos em 3 de fevereiro e já sentamos em metade da valorização de janeiro.

O que eu faço agora?”

Usuário comenta sobre alta em fevereiro. Fonte: Ledger Status/Twitter

Contudo, assim como o Bitcoin atingiu a máxima histórica em janeiro e depois declinou, o mesmo pode ocorrer em fevereiro.

Por que fevereiro é ruim?

O Ano Novo Chinês ocorre em fevereiro, diferente das festividades ocidentais. Por conta disso, investidores acreditam que grandes “baleias” chinesas vendem suas criptomoedas.

O valor é usado para custear as comemorações. Ou seja, há uma pressão de venda, seguida de um pânico, causando quedas.

Todavia, especialistas acreditam que desta vez o movimento será mais “natural”, sem causar pânico no mercado.

Além disso, segundo Jake Wujastyk, analista-chefe de mercado da TrendSpider, o movimento de queda do Ano Novo Chinês é algo “fabricado”. Em outras palavras, tudo não passa de uma fábula.

De qualquer forma, é importante ter atenção durante os próximos dias.

Leia também: PayPal revela mais planos com criptomoedas após receita crescer 11%

Leia também: As melhores ações de dividendos para comprar em fevereiro

Leia também: 3 criptomoedas estão prestes a estourar, analisa Michaël van de Poppe

Forex Crypto News: Cripto Facil