Bitcoin acima de US$ 13 mil é instável, aponta trader

Bitcoin acima de US$ 13 mil é instável, aponta trader

O preço do Bitcoin (BTC) ultrapassou a barreira dos US$ 13 mil (R$ 72.533).

Contudo, a criptomoeda manteve um preço superior a US$ 13 mil apenas em 0,017% da sua existência.

Dessa maneira, o preço atual do BTC é instável e pode sofrer correções, de acordo com um influenciador da criptoesfera.

Não há demanda estável a partir do preço atual do Bitcoin

No Twitter, o perfil CryptoWhale publicou a seguinte imagem:

Bitcoin
Bitcoin

Na imagem, as setas azuis mostram zonas de preço nas quais os investidores entraram por “medo de perder a valorização”, de acordo com o influenciador.

Entretanto, tais investidores foram liquidados por quedas de 85% e 72% no preço do BTC, respectivamente.

Para o investidor, o preço do Bitcoin acaba de entrar novamente na zona de supervalorização. Essa faixa de preços atrai os investidores de última hora e que tendem a ser liquidados, na visão do CryptoWhale.

Assim, vale a pena entender a opinião do influenciador sobre o preço do BTC:

“Em toda a história do Bitcoin, nós só ficamos acima dos US$ 13 mil em 0,017% do tempo. Não há demanda estável daqui para cima. A maior parte dos investidores sabe que esse alcance é ‘superprecificado’ e acabam vendendo. Além disso, todas as vezes que o preço alcançou esse patamar, aconteceram ‘drawndowns’ massivos.”

Drawdown é um pesadelo para os investidores do Bitcoin

O “drawdown” pode ser entendido da seguinte maneira, de acordo com a Suno Research:

“Drawdown expressa quanto foi a queda do valor de um ativo em relação a sua cotação máxima. Dessa forma, o indicador pode ser utilizado para representar quanto dinheiro o investidor perdeu, em termos percentuais, em determinado ativo durante um período.”

Dessa maneira, o CryptoWhale acredita que o preço do Bitcoin não está preparado para subir à casa dos US$ 13 mil.

Vale ressaltar que o preço do Bitcoin chegou a superar os US$ 13 mil, mas se encontra atualmente nos US$ 12988.93, conforme indicam os dados do TradingView.

Bloomberg afirma que o “Bitcoin está caro”

Na última quinta-feira (22), a Bloomberg publicou um artigo afirmando que o Bitcoin está caro:

@crypto
@crypto

“Bitcoin atinge território de ‘sobrecompra’ após atingir a marca dos US$ 13 mil”

No entanto, alguns entusiastas das criptomoedas criticaram o posicionamento da empresa:

“Esse é o sinal “Bloomberg” de compra do Bitcoin”, ironizou Charles Edwards no Twitter.

“Espere até dezembro se você acha que isso é caro!”, afirmou outro entusiasta em relação à matéria.

Leia também: Grandes exchanges apresentam problemas quando Bitcoin sobe

Leia também: Bilionário compara: “ter Bitcoin é como investir cedo no Google ou na Apple”

Leia também: Revista Veja faz piada sobre preço do Bitcoin e erra

Forex Crypto News: Cripto Facil