Binance, FTX e outras ficam fora do ar por falha em serviço da Amazon

Binance, FTX e outras ficam fora do ar por falha em serviço da Amazon

Uma possível falha no Amazon Web Services (AWS) prejudica o funcionamento de várias exchanges de criptomoedas nesta sexta-feira (19).

O serviço de computação em nuvem serve como apoio para diversos sites ao redor do mundo. A falha ainda não identificada, mas teria sido responsável por derrubar pelo menos três grandes plataformas.

Falha deixa exchanges com serviços lentos

A Binance foi uma das exchanges afetadas. O CEO da empresa, Changpeng “CZ” Zhao, comunicou que os serviços da empresa apresentavam instabilidade e lentidão. E atribuiu isso ao AWS.

“Há um problema no AWS afetando várias exchanges. A Binance mal está se segurando, com algum problema de sincronização para um pequeno número de usuários”, afirmou CZ.

Outra exchange afetada foi a chinesa Huobi. A plataforma teve um impacto ainda maior, com o seu site totalmente indisponível.

“A Huobi Global está temporariamente inacessível devido a uma falha no AWS. Fique atento para novas atualizações. Pedimos desculpas por este inconveniente”, informou a exchange.

Até o momento da produção deste texto, o site da Huobi permanecia inacessível. Nem mesmo a nota emitida pela empresa sobre a falha podia ser lida.

Site da Huobi fora do ar. Fonte: reprodução.
Site da Huobi fora do ar. Fonte: reprodução.

Ainda não é possível avaliar a extensão dos danos causados pela falha no AWS. Outras exchanges não reportaram problemas, com seus sites funcionando normalmente.

Usuários relatam opiniões diferentes

Nos comentários dos alertas, os usuários discutiram a possível falha. Muitos chegaram inclusive a relatar outros problemas nas exchanges.

O usuário Crypto Calico Cat chegou a afirmar que havia um erro em seu saldo na Binance. Pouco tempo depois, ele afirmou que o erro foi corrigido e seu saldo já estava correto.

Usuário relata problemas com saldo na Binance, mas se retrata depois. Fonte: Crypto Calico Cat/Twitter.
Usuário relata problemas com saldo na Binance, mas se retrata depois. Fonte: Crypto Calico Cat/Twitter.

A falha ocorre justamente no momento em que o Bitcoin atinge sua máxima histórica. Cotado acima dos US$ 54 mil (R$ 294 mil no mercado nacional), a criptomoeda já vale mais de US$ 1 trilhão, cerca de R$ 5,3 trilhões na cotação atual.

Leia também: 5 criptoativos com potencial para valorizar na queda do Bitcoin

Leia também: Nvidia revela nova GPU feita para minerar Ethereum

Leia também: Torneio de Counter-Strike vai distribuir Bitcoin aos jogadores

Forex Crypto News: Cripto Facil