Banco Central da Alemanha escolhe altcoin pouco conhecida para utilizar

Banco Central da Alemanha escolhe altcoin pouco conhecida para utilizar

O Banco Central da Alemanha surpreendeu a industria de criptomoedas ao anunciar a utilização de um protocolo de criptoativos pouco conhecido e de baixo valor de mercado.

O Deutsche Bundesbank, anunciou a utilização do Ocean Protocol para um projeto de rede descentralizada.

No entanto, segundo o Bundesbank, isto não significa a criação de um CBDC. CBDCs são moedas digitais criadas por bancos centrais.

Ocean Protocol é uma plataforma em blockchain para big data. Ela foi projetada para ajudar os desenvolvedores a construir aplicativos que podem interagir com dados públicos e privados com segurança.

Alemanha anuncia projeto descentralizado

Conforme anunciado pelo banco, a instituição contratou a Ocean para “serviços de consultoria em integração de software”.

O anúncio foi feito em um edital traduzido no Suplemento do Jornal Oficial da União Europeia.

“O objetivo do projeto de aquisição é estabelecer uma abordagem de rede descentralizada, que permite aos participantes iguais um acesso permanente e simétrico aos dados para a realização de atualizações em tempo real das estatísticas, preservando a soberania dos dados.”

O banco alemão afirma que a Ocean Protocol era a única contratante possível para executar o processo.

No entanto, a afirmação levanta dúvidas. Existem mais de 5 mil protocolos de criptomoedas e inúmeras soluções empresárias de blockchain que, além de maleáveis, são iguais ao Ocean Protocol.

“[As] razões para isso são, além da falta de concorrentes comparáveis, acima de tudo os pontos de venda técnicos exclusivos que existem para a empresa devido ao ‘Ocean Protocol’ e à tecnologia de banco de dados patenteada subjacente”, justificou o Banco Central.

Ocean em outros projetos

A instituição alemã frisou ainda:

“O protocolo combina os elementos de um banco de dados distribuído com as características de um DLT e é, portanto, o ponto de partida ideal para o banco desenvolver um protótipo do modelo de rede.”

Uma fundação sem fins lucrativos com sede em Cingapura governa o Ocean Protocol.

O token da plataforma, OCEAN, foi projetado para recompensar pessoas e organizações que ajudam a fortalecer a rede, administrar o financiamento da comunidade e comprar e vender dados.

Recentemente, a Ocean também anunciou uma parceria na industria automobilística.

Leia também: Fintech baseada em blockchain quer ser a B3 dos consórcios

Leia também: 5 indicadores apontam: Bitcoin está próximo de alta nunca vista

Leia também: Exchange tokeniza ações da Amazon e Apple

Forex Crypto News: Cripto Facil