Alta do Bitcoin está longe do fim

Alta do Bitcoin está longe do fim

O Bitcoin segue forte em tendência de alta e só em 2020 subiu mais de 260%, mas mesmo com todo esse movimento, essa grande onda de alta pode ainda estar muito longe de seu fim.

Quer saber o que esperar do Bitcoin para 2021 e o que pode acontecer nas próximas semanas?

Confira na análise de hoje:

Bitcoin em 2018

Após a grande queda de 2018 onde passamos exatamente 1 ano com preços caindo forte, em dezembro de 2018 o Bitcoin encontrou seu fundo e voltou a subir forte:

Gráfico Semanal (W)
Gráfico Semanal (W)

Diante desse movimento podemos analisar o que esperar dos próximos 2 anos no Bitcoin com base nos últimos grandes movimentos de alta e correção. Após passarmos por dois grandes ciclos de alta e dois grandes ciclos de baixa já podemos entender o que talvez venha por aí em 2021.

O Bitcoin em sua primeira grande alta entre 2011 e 2013 levou 110ª semanas para atingir os US$ 1.000 pela primeira vez, logo após isso passou 59ª semanas caindo e iniciou uma nova grande alta que dessa vez durou 152 semanas, 38% mais longa do que a primeira grande alta.

Futuro do Bitcoin

Em 2018 tivemos mais uma queda e dessa vez durou 52ª semanas, nesse momento estamos na semana 107ª de alta e se extrapolarmos o movimento do Bitcoin considerando que essa onda pode ser 38% mais longa que a anterior, podemos estimar o próximo grande topo do Bitcoin em dezembro de 2022 com um preço alvo em US$ 100.000,00.

Já que na primeira grande onda o mercado subiu mais de 50.000% e na segunda apenas 12.400%, se nesse ciclo tivermos uma alta 4 vezes menor que a anterior, precisaríamos de uma grande alta de 3.100% e isso levaria o preço aos US$ 100.000,00.

Gráfico Semanal (W)
Gráfico Semanal (W)

Curto prazo no Bitcoin

Ao analisarmos o curto prazo vemos que o Bitcoin está indo para o seu próximo alvo de Fibonacci nos US$ 32.000 e logo acima desse alvo o próximo está em US$ 50.000:

Gráfico Semanal (W)
Gráfico Semanal (W)

Caso tenhamos uma correção relevante nos preços ela não deve ir abaixo dos US$ 18.000 em um cenário mais tranquilo e abaixo dos US$ 13.000 em um cenário muito extremo:

Gráfico Semanal (W)
Gráfico Semanal (W)

Conclusão

Em cenário como o atual a melhor estratégia é manter aportes mensais constantes e realizar preço médio de compra para o longo prazo, e para operar no curto prazo a melhor opção é esperar uma correção relevante nos preços acima dos 20 – 30% para realizar uma entrada.

Que venha um 2021 com grandes altas e correções fortes para comprarmos mais Bitcoins por preços menores, abraço a todos, um feliz ano novo e SEE YOU NEXT TIME!

Leia também: Messari indica 28 criptomoedas para ficar de olho agora

Leia também: Analista explica porque Bitcoin não passou de US$ 20 mil

Leia também: Famoso banco elege Bitcoin como melhor investimento de 2020

Aviso: A informação contida neste documento não é garantida, não pretende ser abrangente e é estritamente apenas para fins informativos. Ela não deve ser considerada como recomendação de investimento/negociação. Toda a informação é acreditado para vir de fontes confiáveis. O CriptoFácil não garante a precisão, exatidão, ou integridade das informações na sua análise e, portanto, não será responsável por quaisquer perdas incorridas.

Forex Crypto News: Cripto Facil