60% dos usuários já consideram PIX melhor que TED e DOC

60% dos usuários já consideram PIX melhor que TED e DOC

Nesta segunda-feira (7), o PIX completa exatas três semanas de lançamento. E o sistema de pagamentos do Banco Central tem sido bem-visto pelas pessoas.

É o que aponta a pesquisa IBOPEdtm, realizada a pedido do banco C6. Segundo a pesquisa, 60% das pessoas consideram o PIX melhor do que as transferências via DOC e TED.

A pesquisa foi realizada entre 18 e 24 de novembro e possui margem de erro de dois pontos percentuais. Participaram 2 mil pessoas de todas as regiões do Brasil.

Interesse de uso do PIX é diverso

O PIX foi lançado em 16 de novembro. Além de transferências instantâneas a qualquer dia e hora da semana, o PIX não cobra taxas. Ele também pretende facilitar o pagamento de contas e realização de compras.

Ainda segundo a pesquisa, 56% das pessoas pretendem utilizar o sistema para pagar contas. As mais visadas são as contas de consumo, como água, luz e telefone.

Outras 45% pretende utilizar o PIX para realizar compras em estabelecimentos comerciais. Isso é possível através do QR Code oferecido pelo sistema, que pode ser lido em um smartphone ou no caixa do estabelecimento.

Assim como as transferências, os pagamentos de contas e compras também são feitos de maneira instantânea.

Por fim, a pesquisa mostra que mais da metade (53%) dos usuários pensa em dar prioridade ao uso do PIX em vez dos tradicionais cartões.

Perfil dos usuários

O IBOPEdtm também traçou um perfil das pessoas que utilizam o PIX. Segundo a pesquisa, foram realizadas 43 milhões de transações até o dia 3 de dezembro.

O número de chaves cadastradas já se aproxima de 100 milhões. A chave pode ser um e-mail, número de telefone ou CPF do titular. Com isso, elimina-se a necessidade de fornecer conta bancária para transferir dinheiro.

Quanto ao perfil, o maior percentual de usuários é de homens entre 25 e 34 anos, das classes A e B. A região Norte foi a que mais teve registro de adoção do PIX, seguida do Sudeste.

Maxnaun Gutierrez, chefe de produtos e pessoa física do C6 Bank, emitiu uma nota ao site Valor Econômico. Ele comentou sobre os resultados da pesquisa e disse que eles refletem o sucesso do PIX.

“Os números mostram que a adoção em massa é questão de tempo”, diz.

Leia também: Fundador da Apple lança sua própria criptomoeda

Leia também: Trader explica: ganhar no trade não se resume a lucro

Leia também: Milicianos e traficantes do Rio estão lavando dinheiro com Bitcoin

Forex Crypto News: Cripto Facil