Walmart Canadá cria rede de frete e pagamentos baseada em blockchain

A divisão canadense da corporação do varejo Walmart firmou uma parceria com a DLT Labs para lançar uma rede de frete e pagamento baseada em blockchain, conforme noticiou o Decrypt, nesta semana.

A nova solução utiliza tecnologia de registros distribuídos para permitir que 70 parceiros de transporte do Walmart Canadá compartilhem dados referentes às entregas feitas a mais de 400 lojas do Walmart no Canadá. A solução é capaz de gerir, integrar e sincronizar dados da cadeia de abastecimento do Walmart em tempo real, permitindo que a companhia reduza os custos envolvidos em verificar transações, gerir e compensar pagamentos entre o Walmart e seus parceiros de transporte.

De acordo com John Bayliss, vice-presidente sênior de logística e abastecimento do Walmart Canadá:

“O Walmart Canadá está dedicado a tornar nosso negócio eficiente, incluindo nossa gestão de suprimentos e logística. Nossos parceiros de transporte movem mais de 500 mil cargas nacionalmente, o que cria um extraordinário volume de dados transacionais.”

No anúncio, o Walmart Canadá ressalta que seus centros de distribuição são locais particularmente tumultuados, com mais de 4.500 associados cobrindo os mais de 2,6 milhões de metros quadrados de espaço de distribuição. Ao automatizar as logísticas envolvidas no processo por meio da tecnologia do DLT Labs, o Walmart Canadá espera cortar gastos e melhorar a eficiência.

Embora o sistema já esteja em operação, o Walmart Canadá espera que ele seja disponibilizado para o restante de seus transportadores terceirizados até 01 de fevereiro de 2020.

Essa não é a primeira vez que o Walmart se relaciona com tecnologia blockchain em sua cadeia de abastecimento. No ano passado, a gigante do varejo se aliou à IBM para melhorar o rastreamento de alimentos da produção até armazenamento, utilizando a tecnologia Hyperledger. A iniciativa é utilizada para rastrear a origem de dezenas de projetos de diversos fornecedores, com planos de tornar este requerimento obrigatório para todos os fornecedores de legumes.

Além desta iniciativa, o Walmart também recorreu à IBM para rastrear camarões importantes entre a costa da Índia e os armazéns localizados nos Estados Unidos, indicando que a gigante do varejo está buscando expandir seu esforço para rastrear sua cadeia de alimentos.

Leia também: Walmart solicita patente para sistema de comunicação por drones com blockchain

Forex Crypto News: Cripto Facil