Vice-presidente da Coinbase é contratada pela CFTC para divisão de Futuros de Bitcoin

A Comissão de Negociação de Futuros de Commodities dos Estados Unidos (CFTC, na sigla em inglês) indicou a vice-presidente da Coinbase Dorothy DeWitt como sua nova supervisora ​​de mercado.

O presidente da CFTC Heath Tarbert anunciou em um comunicado à imprensa na terça-feira, 17 de setembro, que DeWitt, que também é consultora geral da exchange para linhas de negócios e mercados, será a nova diretora da Divisão de Supervisão de Mercado (DMO), o grupo responsável pela supervisão de plataformas e produtos de derivativos, incluindo contratos Futuros de Bitcoin.

Além da Coinbase, DeWitt também trabalhou na Citadel Securities, na S&P Global e na Davis Polk & Wardwell. Seu novo papel fará com que ela avalie e, potencialmente, aprove novos produtos derivados de Bitcoin. A DMO foi o responsável por examinar as propostas de Futuros de Bitcoin feitas por CME, Cboe e Bakkt.

DeWitt substitui o ex-diretor de DMO Amir Zaidi, que foi o diretor responsável pela emissão dos primeiros contratos Futuros de Bitcoin no final de 2017.

Em um comunicado, Tarbert agradeceu a Zaidi “por seus mais de nove anos de serviço na CFTC”, dizendo:

“[DeWitt] traz para a CFTC mais de 20 anos de experiência no setor privado nos serviços financeiros e nas áreas jurídicas. Seus conhecimentos em investimentos, riscos, experiência jurídica e de conformidade e familiaridade com a tecnologia de contabilidade distribuída, incluindo criptoativos, serão inestimáveis, pois a agência procura desenvolver uma abordagem holística para regular as mercadorias do século XXI.”

Durante o período de transição, o ex-diretor da DMO Vince McGonagle assumirá o cargo de diretor interino até a posse de DeWitt.

Tarbert assumiu o cargo de presidente da CFTC em julho de 2019, depois que o Congresso confirmou sua indicação em junho. O ex-funcionário do Departamento do Tesouro sucedeu Christopher Giancarlo, que ficou conhecido como “Crypto Dad” depois de defender uma abordagem mais favorável à regulamentação dos criptoativos nos Estados Unidos.

Após deixar a CFTC, Giancarlo ingressou no conselho consultivo da Câmara de Comércio Digital, uma associação comercial focada na política de blockchain e criptomoedas sediada em Washington D.C.

Leia também: Bakkt recebe aprovação da CFTC e anuncia data de lançamento de sua plataforma

Forex Crypto News: Cripto Facil