Venezuela doará Petro a cidadãos que se registrarem no Petro App

O presidente da Venezuela Nicolás Maduro anunciou na última sexta-feira, 13 de dezembro, em uma transmissão nacional televisionada, que o governo está preparando a doação de um bônus de Natal no valor de 0,5 Petro, o equivalente a US$30, ou cinco vezes o salário mínimo mensal. Milhões de venezuelanos estariam elegíveis para receber o bônus. As informações são do site de notícias local El Universal.

O benefício de uma cota única da criptomoeda nacional será dado a partir da próxima semana aos aposentados, pensionistas, trabalhadores do setor público, militares e outros cidadãos elegíveis do país. No entanto, há uma condição: eles devem baixar e se registrar no Petro App, a carteira oficial do Petro recém-lançada no país, que permite a compra e troca de Petro por Bitcoin, Ethereum e Litecoin.  

Maduro informou que esta primeira transação do criptoativo será um teste para impulsionar a sua adoção entre os venezuelanos.

Além disso, o presidente aprovou um recurso de 500 mil Petros, mais o valor pertinente às despesas necessárias para a sua conversão, com o objetivo de garantir o funcionamento dos 335 municípios do país.

Promessa feita em novembro

No final de novembro, conforme noticiado pelo CriptoFácil, Maduro prometeu que daria o criptoativo como bônus de Natal. Na ocasião, ele também declarou que apoiaria o Petro com 30 milhões de barris de petróleo.

No entanto, não é de hoje que o presidente tenta acelerar a adoção da criptomoeda. Desde o lançamento do Petro em 2018, Maduro impõe medidas para que os venezuelanos usem o criptoativo.

Seu objetivo é tentar contornar as sanções econômicas impostas pelos Estados Unidos e combater a hiperinflação da moeda local do país, o bolívar, que consome os salários dos venezuelanos.

A exemplo disso, no final de 2018, o presidente venezuelano determinou que os pagamentos das taxas para emissão de passaportes passassem a ser feitos em Petro. E, em julho de 2019, ele ordenou que um dos maiores bancos do país permitisse que seus clientes tivessem acesso ao criptoativo.

Leia também: Venezuela apoiará sua criptomoeda Petro com 30 milhões de barris de petróleo

Forex Crypto News: Cripto Facil