Veja o que especialistas pensam sobre a recente alta de preço do Bitcoin

A recente alta de preço do Bitcoin ocorrida no último fim de semana chamou a atenção dos entusiastas das criptomoedas. Muito se atribuiu às falas do presidente chinês Xi Jinping, que pediu a “adoção acelerada” da tecnologia blockchain.

Tendo em vista o tamanho do mercado chinês de criptoativos, bem como o fato de que a afirmação do chefe de Estado da China apareceu na capa do jornal de maior circulação do país, é natural que muitos apontem para o fenômeno e o indiquem como causa. Mais ainda, é compreensível que investidores fiquem felizes com a alta nos preços.

Porém, o que pensam especialistas sobre a recente alta de preço do Bitcoin?

Alex Krüger é um proeminente trader argentino da criptoesfera, reconhecido por suas análises e pontos de vista geralmente expostos no Twitter. Recentemente, Krüger fez uma breve abordagem sobre os impactos da afirmação do presidente da China sobre blockchain:

“Cripto narrativa da China, superestimada ou não?

Cinco fatos:

– Valor avançou 42%, retrocedeu 50%;

– Maior parte do volume foi originado das sessões de trading dos Estados Unidos;

– O Bitcoin está sendo negociado com um leve desconto nos mercados OTC da China;

– Hype por blockchain é real;

– Interesse online está diminuindo, mas ainda é alto.”

O trader ainda observou, do ponto de vista político, a relação entre a China e a blockchain:

“As chances da China apoiar blockchains públicas com tokens negociáveis que podem ser utilizados para especulação e movimentação de dinheiro para fora da China, circulando controles de capital, beira a zero.

A China não está interessada em descentralização, mas em controle. Blockchains privadas não precisam de tokens.”

Ele completa seu ponto de vista em outra publicação, afirmando que aqueles que acreditam que a China usará tokens como Tron e Ontology devem “largar o LSD”.

Para Nic Carter, cientista de dados e membro do site Coinmetrics, a afirmação de Xi Jinping não tem nenhuma influência na recente alta de preço do Bitcoin.

“Vocês realmente acreditam que o Bitcoin subiu US$3 mil porque Xi Jinping disse ‘blockchain’?

Fala sério…”

Carter parece se incomodar com o fato das pessoas estarem apoiando amplamente o uso de blockchain pela China. A relação entre um país historicamente controlador e uma tecnologia que preza pela transparência não agrada o cientista:

“Todos vocês dispostos a abrir mão de seus valores por conta de uma alta guiada por um autoritário, eu não quero saber de vocês.”

Com a afirmação, Carter parece ter dado o braço a torcer sobre o fato da recente alta de preço do Bitcoin estar, de fato, relacionada com o que disse o presidente chinês – além da clara mensagem de cunho ideológico. Ele conclui dizendo que não acredita na “tecnologia por trás das criptomoedas“, mas no potencial que a tecnologia tem de libertar a população de autocratas e ditadores.

Anthony Pompliano, defensor ferrenho do Bitcoin e CEO do Morgan Creek Digital, também se posicionou sobre as declarações de Jinping e o que elas representam:

“Urgente: presidente chinês Xi Jinping apoiou publicamente que a China mergulhe sua economia em tecnologia blockchain.

Essa será a corrida espacial da nossa geração.

Os Estados Unidos precisam abraçar a tecnologia, incluindo o Bitcoin, ou corremos o risco de ficar para trás.”

Para Pompliano, o fato do líder chinês mencionar a tecnologia blockchain significa uma possível “corrida por Bitcoins” iniciada pela China – o que pode ter muitos impactos no decorrer do tempo.

Leia também: Bitcoin valoriza 42% e marca quarta maior valorização de sua história

Forex Crypto News: Cripto Facil